BOOKS || A Outra Garota Negra (Zakiya Dalila Harris)

Autor: Zakiya Dalila Harris
Tradutor: Flávia Rosser, Maria Carmelita Dias
Editora: Intrínseca
Série: Não
Temas: Suspense, Romance, Mistério
Nella Rogers está cansada de ser a única funcionária negra da editora Wagner Books. Quando já não aguenta mais se sentir deslocada e lidar com as microagressões no ambiente de trabalho, o destino parece enfim presenteá-la com uma aliada: outra garota negra, Hazel, passa a trabalhar na baia ao lado da sua. Porém, à medida que Hazel ganha influência e atenção no escritório, Nella vai se sentindo deixada de lado.
É então que bilhetes misteriosos começam a aparecer em sua mesa, com um aviso: SAIA DA WAGNER. AGORA. Sem saber quem está por trás das mensagens hostis, Nella entra em uma espiral de obsessão e paranoia. E, conforme outras situações desconfortáveis passam a dominar seus dias, a jovem vê sua rotina ser tomada por um clima de pesadelo e percebe que pode haver muito mais em jogo do que apenas sua carreira.
Com uma narrativa inteligente e fora do comum, Zakiya Dalila Harris apresenta em A outra garota negra uma crítica social necessária e um thriller capaz de envolver os leitores em uma onda de expectativa até o fim.

>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<

"---”

RESENHA<<<

Olá, galera, tudo bem? 

Recebi esse livro em parceria com a editora e na versão da box Intrínsecos e amei a experiência. 

Quem ainda não é assinante, e tem curiosidade, só digo uma coisa... vale a pena conhecer! 


Bom, Em "A outra garota negra", vamos conhecer Nella, uma garota negra que trabalha como assistente em uma editora em NY a dois anos. Por mais bizarro que possa parecer, ela é a única garota negra que trabalha na Editora e mesmo tendo a sensação de gratidão por ter conseguido uma vaga tão concorrida, Nella se sente solitária e até desmotivada, após alguns anos sem evolução na Editora. Nella se esforça em uma luta solo contra as micro agressões, preconceitos e aquele racismo disfarçado no meio de tantas pessoas que não compreende. De fato, o que é ser a única negra por ali, ou de fato, o que é ser negra. Nella percebe o quanto as pessoas parecem cegas ou só veem aquilo que convém e isso a incomoda muito. 

Tudo muda para Nella, quando uma nova garota é contratada para a Editora, e ela é a "outra garota negra". A princípio Nella, vê esperança, algo mudando, mais uma mulher negra contratada e ela é inteligente, carismática, interessante e de alguma maneira, Nella acredita que não estará mais sozinha na luta contra o preconceito e micro agressões e Nella deposita toda sua fé nessa irmã que irá ser sua parceira ali dentro, mas as coisas não são bem assim! 

O que seria uma parceria, amizade, e compreensão mútua, se torna estranho e parece que elas estão disputando alguma coisa, que nem mesmo Nella compreende de início. A Nova integrante da Editora, consegue fazer parte da equipe de uma forma que Nella nunca foi capaz, e com isso, parece que ela está atraindo não apenas atenção para si, como obtendo as melhores oportunidades. E isso não apenas da equipe e colegas, mas da chefia! 

Em determinado momento, já com as coisas bem estranhas, Nella recebe um bilhete que diz para que ela saia da Wagner (Editora) imediatamente! O que seria isso? Ela não faz ideia, e resolve ignorar o bilhete, e com isso vem mais problemas pela frente, óbvio! 

Bom, o livro traz temas relevantes e reflexivos que valem muito a pena e de uma maneira bem dinâmica. Falando não apenas sobre preconceito racial, mas como ele está inserido no mio de trabalho, no dia a dia, nas pequenas coisas que para muitos parece sem importância. A autora se basea em sua própria experiência de trabalho em uma grande Editora, para escrever esse livro que já tem seus direitos autorais comprados para uma adaptação pela Hulu, que eu particularmente estou ansiosa para conferir! 

O livro traz uma narrativa simples que intercala e tenta nos mostrar outras situações personagens. Além disso, o livro tem um Q de suspense, que não achei tão forte, como eu esperava, mas não foi ruim também. Em alguns momentos eu acordei Nella e em outros ela né irritou bastante em algumas atitudes. Porém vale ressaltar que ela é uma mulher forte, negra, inteligente, bem-intencionada e com percepções e desejos de mudar o meio em que trabalha, não apenas para si, mas como um todo! Só que as suas lutas não são bem recebidas e com isso, ela se questiona muito se o que ela está fazendo é válido e até que ponto vale a pena aquela luta pessoal, já que se vê sozinha, levando em conta sua carreira. 

Eu gostei bastante do livro, e foi uma ótima experiência receber essa edição especial da Intrínsecos. Uma experiência que indico! 

A edição está linda, e sem dúvidas, vale a pena conferir a edição, mesmo que normal, de "A outra garota negra" 


Share:

0 comentários