BOOKS || Garotas em Chamas (C. J. Tudor)

Autor: C. J. Tudor
Tradutor: Regiane Winarski
Editora: Intrínseca
Série: Não
Temas: Suspense, Mistério, Ficção
No novo thriller perturbador e explosivo da autora de O Homem de Giz, uma vigária precisa exorcizar o passado sombrio de um vilarejo assombrado pela morte
Há muito tempo uma história sinistra é contada na pequena Chapel Croft. Cinco séculos atrás, mártires protestantes foram traídos, e então queimados. Trinta anos atrás, duas adolescentes desapareceram sem deixar vestígios. E há algumas semanas, o responsável pela paróquia local se enforcou na nave da igreja.
A reverenda Jack Brooks, mãe solteira de uma jovem de quatorze anos, chega a esse vilarejo em busca de um recomeço. Em vez disso, encontra um lugar tomado por conspirações e segredos, e é recebida com um estranho pacote de boas-vindas: um kit de exorcismo e um bilhete: Não há nada escondido que não venha a ser descoberto.
Quanto mais Jack e sua filha, Flo, exploram a cidadezinha e conhecem seus estranhos moradores, mais as duas se aprofundam em feridas antigas, mistérios e suspeitas. E, quando Flo começa a ver meninas ardendo em chamas, fica evidente que há fantasmas por ali que se recusam a descansar em paz.
Neste thriller macabro e cheio de reviravoltas, no qual nem todo mundo é quem parece ser, C. J. Tudor mostra mais uma vez por que é uma das vozes mais originais da literatura contemporânea.

>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<

"Que tipo de homem eu sou?”

RESENHA<<<

Olá pessoas, tudo bem?

Hoje venho falar de um livro que estava super a fim de ler. Garotas em Chamas, se trata de um suspense de uma autora já conhecida por outras obras famosas. 

"Em Chapel Croft, você não precisa
brincar com fogo para se queimar" 

A história tem uma pegada que me conquistou já no comecinho. Eu amo livros assim, eu sei que sou suspeita! Bom, em Garotas em Chamas, vamos conhecer a reverenda Jack, que se muda com sua filha para uma pequena cidade assumindo a igreja local, mesmo que ela tivesse outros planos, infelizmente não teve como negar a ida para essa cidade. O antigo reverendo da igreja morreu, na verdade se matou, e isso não é spoiler, pois já está logo de cara no começo da história. Jack parece carregar alguma "bagagem", parece que algo recente aconteceu na antiga igreja em que estava tornando sua vida na antiga cidade complicada, mas ela nem imagina o que espera por ela nessa nova cidade e vida com sua filha Falo. Podem acreditar, se algo parecia ruim, em Chapel Croft, sem dúvidas é e será bem pior! 

A história da cidade está clara logo na capa do livro, "uma história sinistra é contada em Chapel Croft. Cinco séculos atrás, mártires protestantes foram traídos, e então queimados. Trinta anos atrás, duas adolescentes desapareceram sem deixar vestígios. E há algumas semanas, a pessoa responsável pela paróquia local se enforcou na nave da igreja." Só por esse trecho já vemos que a cidade tem uma história bem macabra e que coisas ruins acontecem por ali já a algum tempo!  

Eu não vou entrar em detalhes do porquê o padre se matou, mas digamos que estava se metendo onde não devia e claro, aí fica aquela pulga atrás da orelha se ele realmente se matou? 

Teremos um misto de passado e presente se desenrolando e com isso respostas e situações inesperadas surgindo. 

Em alguns momentos achei que demorou um pouco para acontecer algumas coisas, mas ainda assim não tirou a graça do enredo e nem diminuiu a história. O livro te faz refletir sem parar criando ideias a respeito do que está rolando, o final é bem fechado, para quem curte um bom mistério esse livro é recomendado! 

Share:

0 comentários