BOOKS || A Maldição do Mar (Shea Ernshaw)

Autor: Shea Ernshaw
Tradutor: Octávia Alves
Editora: Galera Record
Série: Não
Temas: Comportamento, Mistério, Fantasia, Jovem-Adulto
Quando corpos de garotos começam a aparecer no litoral da cidade de Sparrow, alguns moradores se perguntam se a antiga lenda sobre as bruxas vingativas seria verdade. Mas até onde essa caça às bruxas pode levar?
Há dois séculos, três irmãs foram condenadas à morte por, supostamente, cometerem bruxaria. Pedras foram amarradas em seus tornozelos, e elas morreram afogadas nas águas profundas que margeiam a cidade. Agora, por um breve período de tempo – a cada dia primeiro de junho até o solstício de verão –, diz a lenda que as irmãs retornam, roubando os corpos de três meninas para que, por meio deles, possam buscar sua vingança, seduzindo e afogando meninos até a morte. Como muitos habitantes locais, Penny Talbot, conhece a lenda de cor.
Mas, neste ano, quando a cidade se prepara para o anual retorno das irmãs, um rapaz desconhecido, Bo Carter, chega à cidade buscando suas próprias respostas. E Penny o acolhe. Mas quando corpos de meninos locais começam a aparecer no litoral, o clima de desconfiança e medo atinge a cidade, dando início a uma verdadeira caça às bruxas. A narrativa alterna, os eletrizantes eventos do presente com relatos do diário das jovens condenadas por bruxaria, resultando em um thriller sobrenatural inesquecível.

>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<

"Em 1822, as três irmãs chegaram a Sparrow, no Óregon, a bordo de um navio de comércio de peles chamado Lady Astor.”

RESENHA<<<

Uma leitura rápida e de certa forma bem fluída. Não é inovador ou realmente instigante, mas garante bons momentos de leitura e diversão. Misturando dois momentos de uma pequena cidade – o passado onde 3 irmãs que foram consideradas bruxas e como elas foram mortas e o que levou aquela decisão e os dias de hoje, onde o dia da morte das meninas virou um festival.

Os personagens são interessantes e em certos momentos temos pequenos plots e reviravoltas, mas se você for uma pessoa observadora, vai matar algumas charadas rapidamente. O final para mim foi ok, não morri de amores, mas também não achei horrível ou sem noção.

A história tem seu charme e corre bem no decorrer do livro, porém tem alguns momentos meio nonsense ou que na realidade aquilo jamais existiria e sim, dá uma baqueada em certos momentos, principalmente quando há certas descobertas/informações.

Talvez o que me pegou e me fez continuar a leitura foi a ambientação, a história se passa numa cidade pequena e em um farol. Nesse ponto, a autora trabalhou bastante na ambientação e me fez entrar na história, ela soube descrever os detalhes e isso ganhou bastante pontos.

O ponto mais méh aqui, é que eu acredito que a autora quis que fosse um romance, algo além do tempo e que a gente pode se apaixonar por alguém completamente diferente, mas isso não foi bem desenvolvido, então a minha sensação é que ficou mais um livro com a pegada suspense (como evitar ser possuído) e quem são os personagens apresentados? (Bo, o pai da protagonista, a mãe dela e outros).

Share:

0 comentários