BOOKS || Guerreiro Tigre (David Gibbins)

Autor: David Gibbins
Tradutor: Lea Zylberlicht
Editora: Planeta
Série: Sim, livro 4 – (série Jack Howard)
Temas: Investigação, Jornada, Aventura, História
Uma trilha envolvente e completa, de um renomado e enigmático autor. Duas culturas antigas e um tesouro perdido em um passado distante: que segredos poderosos ele pode esconder? E até onde alguém iria para possuí-lo? Mergulhe na mais nova e emocionante caçada do mestre de ação e aventura David Gibbins.A trilha começa nas ruínas Romanas e nos leva a um naufrágio na costa do Egito. Em pouco tempo, o maior arqueologista marinho, Jack Howard, e seu time de cientistas e antigos integrantes das Forças Especiais, acabam adentrando as misteriosas selvas da Índia por perseguirem as pegadas de um lendário grupo de legionários Romanos. Enquanto isso, em um misterioso lago no Quirguistão, uma bela mulher descobre um segredo que tem tirado as vidas de inúmeros caçadores ao longo dos séculos. O que Jack descobre o leva a cavar não só o passado, mas também a história de sua própria família. Há mais ou menos um século, seu tataravô retornou de uma expedição arqueológica na Índia e ficou pra sempre traumatizado pela experiência. Para então dar descanso ao passado, Jack terá que desenterrar um artefato poderoso que nunca deveria ter sido encontrado.

>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<

"O sol pairava de maneira agourenta no céu oriental avermelhado por um redemoinho de poeira do deserto do outro lado.”


RESENHA<<<
O autor gosta de inovar, mas nem sempre isso é positivo. Já li outros trabalhos dele, mas neste aqui, tive dificuldade para me conectar à história, aos personagens e me localizar dentro da narrativa que ele queria vender.

Muitas narrativas complexas, links sofisticados demais e as vezes um excesso de explicações e ligações que fizeram a história soar chata e maçante em alguns momentos. Porém, não desmerecendo as buscas do autor e toda coisa intrincada que ele quis criar, mas ao amarrar – tantos países e linhas diferentes da história na mesma narrativa me fez sentir cansada e achar que tinha informações demais.

A premissa é boa, começa com a descoberta de uma possível Legião romana que tenha se perdido/morrido no meio da Rota da Seda (caminho que ligava Roma à China), sabemos que Roma foi um vasto Império, mas provar que os legionários de Roma estiveram no caminho poderia mudar as coisas.

Ao mesmo tempo, nosso protagonista tem coisas/informações de seu ancestral britânico que teria encontrado algo estranho na Índia durante a colonização e surge a lenda chinesa do Grande Imperador.

As 3 histórias são boas e cada uma delas sozinha já daria um bom livro, mas ao misturá-las, o autor precisou unir de alguma forma e aí a coisa foi escalando a proporções as vezes maçantes, ele precisava explicar como aquilo seria possível, então temos páginas e páginas de explicações cansativas, não diria irrelevantes, mas poderia ter deixado a história mais leve. Pois ao mesmo tempo que acompanhamos o protagonista e seus amigos nessa busca, há capítulos narrando o passado (como teria de fato acontecido), sendo assim, não há necessidade de explicar 2 vezes.

Tem um excesso de personagem que me incomodou, tem alguns que aprecem, resolvem o mistério como algo muito fácil e voilà somem. E os que me apaguei um pouco quase não tinham espaço para se desenvolverem. E desculpe, mas Jack é chato a beça. E Costas com a obsessão pelo Havaí não colou para mim, acredito que era o momento de escape, de soltar a piadinha, mas simplesmente não funcionou.

A narrativa foi cansativa e lenta, as vezes terminar um capítulo era um sofrimento e a leitura rendeu dias... A ideia foi boa, mas a construção nem tanto...

Ah! É uma série, mas é daquelas que a cada livro, o protagonista está numa busca diferente, dá para ler fora de ordem.

Share:

0 comentários