BOOKS || Espere até me ver de coroa & Match Imperfeito

Autor: Leah Johnson & Sandhya Menon
Tradutor: Solaine Chioro & Lavínia Fávero
Editora: Globo Alt & Gutenbreg
Série: Não
Temas: Romance, Jovem-Adulto, Comportamento
Liz Lighty sempre achou que fosse negra, pobre e estranha demais para brilhar em sua pequena cidade rica e obcecada por festas de formatura. Mas tudo bem, porque ela tem um plano: estudar na renomada Pennington College, onde fará parte de sua conhecida orquestra e, eventualmente, se tornará médica. No entanto, quando Liz descobre que não pode mais contar com a ajuda financeira que esperava, seus planos vão por água abaixo – até ela ser lembrada da bolsa de estudos que sua escola oferece para o rei e a rainha da festa de formatura.
Não há nada que Liz odeie mais do que ser o centro das atenções. Ela não quer ter sua vida exposta nas redes sociais, lidar com concorrentes do nível Meninas Malvadas e ser obrigada a participar de uma série de eventos humilhantes. Mas ela está disposta a fazer o que for preciso para estudar em Pennington.
A única coisa que torna tudo levemente suportável é a nova garota da escola, Mack. Ela é inteligente, engraçada, e tão estranha quanto Liz. Mas Mack também está na disputa pelo título de rainha.
Será que se apaixonar pela concorrência impedirá Liz de conseguir a coroa... ou a colocará direto em sua cabeça?

Dimple Shah tem tudo planejado. Após a formatura do Ensino Médio, ela está mais do que pronta para tirar férias de sua família, ou melhor, da inexplicável obsessão de sua mãe em encontrar o “marido indiano ideal”. Mas, se seus pais realmente acreditassem que o mais urgente era arranjar um casamento para ela, não a teriam surpreendido com um curso de programação e desenvolvimento web para as férias de verão, certo?
Rishi Patel é um romântico incurável. Quando seus pais lhe contam que sua futura esposa vai fazer o mesmo curso de verão, ele imediatamente concorda em planejar um encontro especial. Porque, por mais bobo que pareça para a maioria das pessoas, Rishi acredita no poder da tradição, da estabilidade e de ser parte de algo muito maior.
Os Shah e os Patel não pretendiam dar início a esse “encontro arranjado” entre seus filhos tão cedo, mas, ao perceberem que os dois estavam interessados no mesmo curso de férias, pensaram: “Por que não?”.
Narrado sob o ponto de vista dos dois protagonistas, Match imperfeito explora temas de cultura e identidade com perspicácia e afeto. Uma história sobre as diferenças, os desencontros e as escolhas que precisamos fazer, mesmo que em diversos momentos sejamos inevitavelmente perseguidos pelo destino.

>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<

"Seguro a bandeja com as duas mãos, torcendo para que Beyoncé me dê forças para chegar à minha mesa de sempre sem nenhum incidente.  ||||  Dimple não conseguia parar de sorrir.” 


RESENHA<<<
Dobradinha – livros fofos e histórias inspiradoras. Sabe aquele livro fofinho e que você lê para se distrair, sabe que não vai mudar seu mundo, mas no meio do caminho vai ter umas palavras tocantes e te fazer pensar? Sim, nos dois livros que apresento hoje é exatamente a ideia.

Em “Me Espere até Me Ver de Coroa”, traz os dramas e dilemas do temido 3° ano, em uma cidade pequena nos EUA, onde o que a maioria dos jovens mais querem é ir embora para alcançar voos maiores e principalmente se você for negra e gay, como é o caso da nossa protagonista.

Motivada pela bolsa dada pela organização e sendo sua chance de entrar na faculdade dos seus sonhos, ela se arrisca a participar como candidata a Rainha do Baile e vai perceber algumas coisas ‘escondidas’ e vê que o sistema não é justo, mas que a gente não pode deixar de sonhar com um futuro melhor e com o que a gente gosta de fazer.

O livro flui bastante e é um amor. Claro que tem umas partes bemmmm arrastadas sobre as coisas de formatura, que podem ser engraçadas quando estamos vendo numa série ou filme, mas a descrição ficou meio sem graça e me questionei exatamente o que estavam tentando mostrar ali. Falta um desenvolvimento em algumas situações e acredito que a autora poderia ter ido além, mas de maneira geral, a gente se apaixona pelos personagens e seus momentos ‘revolts’.

Já com “Match Imperfeito”, a gente tem uma mistura de tradições de uma cultura e o mundo da tecnologia. Dois temas interessantes, mas que poderiam ter sido mais explorados. A narrativa as vezes é confusa com mudanças de pontos de vista, mas nada que a gente se perca totalmente. Achei que faltou explorar mais ser menina e o meio da computação (as brigas e o quão machista é) e ao mesmo tempo, a autora fez uma coisa meio clichê da cultura indiana.

Mas, o que realmente me revoltou foi ela ir do ‘não quero me casar’ ao ‘vamos ter um lance’ em menos de 2 semanas. Afinal a história se passa em 6 semanas dentro de um ‘acampamento de verão na área de tecnologia’, o desenrolar da história ficou muito a desejar... mas claro que é aquele ‘amo te odiar’ que a gente adora e aos poucos a gente roce pelo casal.

Duas leituras super bonitinhas, bem clichês, mas rapidinhas de ler. Para aquele seu final de semana ‘forever alone’ ou quando você já viu tudo nos streamings e precisa tentar algo novo. Se você é fã de romances bonitinhos e clichês, pega essa dica.

Share:

2 comentários

  1. Oi, Andy.
    O livro da Coroa não me animei a ler, mas o Match Imperfeito vou ler. Já estou com ele aqui, então por que não?! Acho que até prefiro que algumas coisas não sejam exploradas... Vamos ver! Rs...
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Match Imperfeito é uma série da netflix, só descobri depois (e ainda não assisti kkk)

      Excluir