BOOKS || A Segunda Vida de Missy (Beth Morrey)

Autor: Beth Morrey
Tradutor: Vera Ribeiro
Editora: Intrínseca
Série: Não
Temas: Comportamento, Relacionamento, Romance
Romance de estreia traz protagonista incomum em uma história divertida sobre segundas chances e as diferentes formas de amor.
O mundo ao redor de Millicent Carmichael, também conhecida como Missy, de 79 anos, está diferente. Embora se apresse em dizer que considerava seu papel de dona de casa e mãe pouco satisfatório, a verdade é que Missy levou uma vida agitada cuidando de dois filhos e de um marido respeitado no mundo acadêmico. Agora que ele não está mais ao seu lado, que ela brigou com a filha e o filho se mudou para a Austrália, levando consigo seu amado neto, Missy passa os dias bebendo xerez, evitando as pessoas e vagando pela casa enorme e mal decorada esperando... o que exatamente?
A última coisa que Missy imagina é que um grupo de estranhos e uma cadela espirituosa chamada Bob vão entrar na sua vida, quebrando sua casca e mostrando quanto amor ela ainda tem para dar. Em pouco tempo, rodeada por uma comunidade alegre e diversa que encarna as várias formas de amar, Missy encontra uma nova razão para viver.
Um retrato emocionante e reflexivo sobre a vida adulta e o envelhecimento, A segunda vida de Missy é uma celebração de como os dias comuns podem ser extraordinários quando estamos cercados de pessoas queridas e do poder de perdoar a si mesmo, em qualquer idade.

>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<

"Fazia um frio de rachar no dia do aturdimento dos peixes.”

RESENHA<<<
Olá, hoje vim falar sobre uma leitura que mexeu bastante comigo. 

Eu ando meio sensível com alguns enredos e personagens e esse enredo foi um que me agradou bastante e conseguiu me sensibilizar para algumas situações. 

Ao iniciar a leitura tive a impressão de estar vendo na personagem uma pessoa bem próxima de mim, que aparenta assim como Missy, ser amargurada, irritante, dessas que não gostamos de estar próximos e fugimos sempre que temos oportunidade. Parece aquelas pessoas solitárias, mas por ser uma pessoa que ninguém quer por perto por ser desagradável e intolerável. Porém conforme vamos passando as páginas, percebemos outras situações ao longo da vida de Missy, e para aqueles que tem problemas com ordem, a história não tem uma ordem cronológica, simplesmente vai focando em momentos da vida de Missy que vão nos mostrando de fato quem ela é, e como chegou aonde está, falando de muitas fases de sua vida que incluem infância, casamento, gestações e afins. 

Essas viagens na vida de Missy foi o que fez com que eu passasse para refletir sobre a vida e uma pessoa em específico do meu dia a dia e até a entender algumas coisas e repensar sobre a minha falta de paciência e aceitação a determinadas coisas que eu via como drama. Tal como na realidade a ficção trouxe isso, pois passei a ver Missy com outros olhos e entender suas escolhas, por mais que eu possa não concordar ou pensar "Não! Isso eu faria diferente!", as experiências são pessoais, tais como as escolhas e consequências e ler algo assim de certa maneira traz mais empatia, tolerância ao que não concordamos e até a entender o quão diferentes somos até em situações parecidas.

Ela foi uma mulher que viveu a parte, sendo esposa e mãe, dedicou-se aí seu papel. Agora que não tem mais seu marido com ela, brigou com a filha mais velha, enquanto o filho mais novo foi viver a vida dele em outro local distante, levando consigo o seu netinho querido. Ela se vê meio alheia, perdida, solitária e sem rumo. E aí começamos a seguir com Missy rumo a sua nova realidade, seu recomeço. seu florescer. De uma mulher amargurada que vivia em casa bebendo, e de repente se tornando alguém que quer viver, tem sede por ser feliz, se entregando para um novo desconhecido. É maravilhoso. 

É um livro tocante, que facilmente pode se enfaixar na realidade e que de fato me fez lembrar a vida de uma pessoa próxima, que anda no momento do "sem rumo" e que pretendo dar um exemplar para que sirva de inspiração para ela se reerguer quem sabe? Usando a ficção como exemplo para que perceba que nunca é tarde para recomeçar, para sonhar, traçar metas, conquistar espaço e ser feliz! 

Amei demais essa leitura! 

Share:

0 comentários