BOOKS || A Vista Infinita (Katharine McGee)

Autor: Katharine McGee
Tradutor: Ana Carolina Mesquita
Editora: Rocco
Série: Sim, livro 3 (série O Milésimo Andar)
Temas: Ficção, Jovem-Adulto, Romance, Tecnologia
Uma cidade arranha-céu, abastecida de sonhos impossíveis, onde moram cinco adolescentes que tiveram suas vidas entrelaçadas de maneiras que ninguém poderia imaginar... 
Leda só quer seguir em frente depois do que aconteceu em Dubai. Até que uma nova investigação aparece e ela precisa pedir ajuda para a pessoa que ela passou o ano todo tentando esquecer. 
Rylin está de volta para sua antiga vida, junto a sua antiga paixão. Mas quando ela começa a ver Cord de novo, fica dividida entre dois mundos e dois garotos completamente diferentes. 
CALLIOPE está presa em uma armadilha. Fingir ser quem não é pode custar mais caro do que ela imagina. O que pode acontecer se todas as suas mentiras forem descobertas? 
Watt ainda está apaixonado por Leda. Ele é capaz de tudo para tê-la de volta, até desenterrar segredos que deveriam permanecer enterrados. 
E agora que Avery está de volta da Inglaterra com seu novo namorado, Max, sua vida aparenta estar mais perfeita do que nunca. Então por que ela sente como se quisesse uma vida que fosse qualquer coisa, menos perfeita? 
Este final da trilogia de Katharine McGee de tirar o fôlego volta para Nova York do século XXII: um mundo cheio de glamour, tecnologia fascinante e segredos inimagináveis. Afinal, quando se tem tudo, você tem tudo a perder.

>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<

"A primeira neve do ano em Nova York sempre foi um pouco sobrenatural." 

RESENHA<<<


E chegamos ao fim de mais uma saga aqui no blog. Com uma pegada futurista, onde uma Nova York que se situa em uma grande torre de 1000 andares, onde a premissa continua a mesma, quanto mais alto na torre você mora, mais importante e chique e ‘popular’ você é.

Para conhecer os venenos anteriores, clique:
Livro 1 – O Milésimo Andar
Livro 2 – A Altura Deslumbrante

Nessa história, vamos compreendendo que nem tudo é o que parece ser, temos 4 jovens principais – Avery, Rylin, Watt e Leda. Outros jovens são apresentados ao longo da história e dos 3 livros, mas a histórias deles se entrelacem do início ao fim.

Por ser o último livro, obvio que teríamos perguntas respondidas que foram levantadas no livro anterior. Porém, senti que teve uns momentos meio fraco. Por exemplo, Rylin e Leda poderiam ter sido mais exploradas e mais desenvolvidas. Particularmente não eram as minhas personagens favoritas, então eu diria que o fim delas foi ok.

Sendo assim, a gente vê os conflitos da Avery, ao estilo ‘pobre-menina-rica’, mas ao mesmo tempo seus questionamentos são interessantes e pertinentes. O que acontece com uma pessoa que tem tudo, mas não pode ser ela mesma? E até que ponto, alguém está disposto à ir para mudar a vida.

E para finalizar, temos Watt. Não sei como descrevê-lo, pois nos outros livros ele foi importante, mas nesse ele meio que ficou de coadjuvante até um determinado momento e depois teve uma reviravolta interessante, mas sei lá... esperava mais dele e de seu desfecho.

De maneira geral, gostei do final da história, mas queria algo mais bombástico e impactante. O final respondeu à diversas situações, talvez não da forma que gostaríamos, mas acredito que o final e algumas situações dão margem para um spin-off ou um livro de contos para alguns personagens.

Share:

0 comentários