BOOKS || As primeiras quinze vidas de Harry August (Claire North)

Autor: Claire North
Tradutor: Angêlo Lessa
Editora: Bertrand
Série: Não
Temas: Ficção, Suspense, Mistério, Viagem no Tempo
Certas histórias não podem ser contadas em uma única vida. Harry está no leito de morte. Outra vez. Não importa o que faça ou que decisões tome: toda vez que ele morre, volta para onde começou; uma criança com a memória de todo o conhecimento de uma vida vivida diversas vezes. Nada nunca muda... até agora. Ele está perto da décima primeira morte quando uma garotinha de 7 anos se aproxima da cama: “Quase perdi você, doutor August. Eu preciso enviar uma mensagem de volta no tempo. O mundo está acabando, como sempre. Mas o fim está chegando cada vez mais rápido. Então, agora é com você.” Este livro conta a história do que Harry faz em seguida, do que fez antes, e do que faz para tentar salvar um passado inalterável e mudar um futuro inaceitável.

 

>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<

"O segundo cataclismo começou na minha décima primeira vida, em 1966." 

RESENHA<<<

A ideia deste livro é boa, mas sei lá, no final ele simplesmente funcionou para mim. A ideia geral de viver eternamente? levanta algumas questões interessantes que são abordadas durante as páginas, mas como a coisa foi feita, ficou estranho/ não funcionou.

O ponto mais interessante são as questões filosóficas, cientificas, que faz a gente refletir sobre a vida, e se a gente muda ou não quando temos certas informações e por aí vai. Eu diria que este ponto é o que mais me chamou atenção e as divagações e questionamentos de Henry eram muito pertinentes.

Por outro lado, a história é bem arrastada e de certa maneira cansativa. Não diria que metade do livro pudesse ser suprimido, mas ter mais de 400 páginas foi um exagero. Tem muitos momentos que são pura enrolação e talvez se fosse mais condensado, poderia ter passado uma outra impressão.

Em relação aos personagens apresentados ao longo das vidas de Henry, alguns são interessantes e presentes em quase todas as vidas. E outros que foram inseridos de forma simples e sem graça.

Como o livro veio meio morno, acho que esperava mais do final, queria algo mais bombástico e acabou não rolando. Não que o final tenha sido ruim, mas sei lá, esperava mais... muito mais. É um livro ok, pode não funcionar para todos, mas tem coisas interessantes se você se aventurar.

Share:

0 comentários