BOOKS || O Segredo da Livraria de Paris (Lily Graham)


Tradutor: Eliza Nazarian
Editora: Gutenberg
Série: Não
Temas: Ficção, Romance, Relacionamentos, Guerra
Valerie tinha três anos de idade quando foi levada de Paris para Londres, durante a Segunda Guerra Mundial. Agora, aos vinte anos e sozinha no mundo, ela se candidata, com nome falso, a uma vaga de emprego na livraria do avô, Vincent Dupont. Ele é seu único parente vivo e a única pessoa que sabe o que realmente aconteceu com seus pais biológicos. À medida que passa a conhecer melhor o ranzinza e reservado Dupont, Valerie vai puxando o fio da própria história.
Mas essa história não se completa: qual seria o segredo devastador que Vincent estava disposto a tudo para esconder?
Esta é uma comovente história de amor, medo e coragem em tempos de guerra. O Segredo da Livraria de Paris vai levar você para essa icônica cidade dos anos 1940 e 1960. Você vai chorar de emoção, vai rir, se admirar e perder o fôlego em diversos momentos dessa leitura impossível de ser interrompida. 
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
"A velha senhora no trem não parecia ser o tipo de pessoa que carregava um segredo sombrio ardendo no fundo do peito.”
RESENHA<<<
Adoro quando um autor sai do óbvio e nos conta uma linda história e aqui, nossa foi uma história bem interessante. Já quero que vocês leiam!!!

A história se passa em Paris (bien sûr) como o próprio nome já diz, mas em dois momentos diferentes: por volta dos anos 60 quando Valerie volta à França para entender sua história e na Segunda Guerra Mundial, quando Paris foi invadida pelos alemães e ficou sitiada e o que este fato mudou na vida da menina.

O livro intercala alguns momentos no presente e passado, contando pouco a pouco o que aconteceu naquela invasão e como as pessoas foram afetadas e o sentimento amargo que a guerra/ocupação deixou nos franceses (principalmente nos parisienses) e a cada camada de história revelada, Valerie descobre mais da sua vida e os motivos de tais atos.

Valerie e Dupont são ótimos personagens, e a misteriosa Clotilde, que aos poucos ajuda os dois a se entender (afinal Dupont não sabe que Valerie é sua neta). Mas o livro intercala bons momentos, passagens engraçadas, além de tristeza e sentimento de perda/medo, afinal, estamos falando de guerra.

O final do livro e no que ele de fato toca, me fez pensar num outro lada da guerra que nunca levei em consideração. E é por isso que a autora conseguiu sair do clichê e nos dar uma história maravilhosa.

A leitura é rápida, flui super bem e a gente quer de fato descobrir as coisas com a valerie e conhecer melhor os personagens, tem um pouco de história, mas sem entrar no detalhe da guerra, mas mostra o quão triste/destrutivo essa situação é. Os personagens são um charme a parte e tem todos aqueles sentimentos que a gente busca numa leitura: amor, traição, dramas, amizade, passar tudo a limpo... Ah!!! E se passa numa livraria, não pode ficar melhor!

Para comprar:
O segredo da livraria de Paris

Share:

0 comentários