BOOKS || Território Lovecraft (Matt Ruff)


Autor: Matt Ruff
Tradutor: Tahis Paiva
Editora: Intrínseca
Série: Não
Temas: Romance, Terror, Fantasia
O ano é 1954. O jovem Atticus Turner, de 22 anos, pega a estrada em direção a sua cidade natal, Chicago, após receber uma carta do pai. Uma viagem trivial, exceto pelo fato de Atticus ser negro e de os EUA viverem sob um regime de segregação racial. Nesse contexto, furar um pneu ou sentir vontade de ir ao banheiro pode ser um pesadelo.
O suspense, a angústia e o verdadeiro terror gerados pela naturalização de situações absurdas da América segregada perpassam todas as oito histórias deste livro. A roadtrip de Atticus em busca do pai desaparecido está na primeira delas. Nela, somos apresentados aos personagens que acompanharemos ao longo das 352 páginas e também ao universo criado pelo autor, que joga o tempo inteiro com as tensões raciais e as referências aos gêneros literários de ficção científica, fantasia e terror.
Os demônios que atormentam a população negra na vida real, contudo, revelam-se muito mais assustadores. Cidades em que é permitido por lei apedrejar e atirar em negros após o pôr do sol; policiais violentos e racistas, prontos para plantar uma falsa acusação e executar sumariamente o suposto culpado; vizinhos dispostos a depredar a casa da nova moradora negra que não é bem-vinda. E, claro, grupo de pessoas encapuzadas que se reúnem para atear fogo nos negros.
Acostumados a enfrentar esses horrores no dia a dia, Atticus, assim como sua família e amigos, encaram as situações sobrenaturais do livro com determinação, incredulidade e até mesmo humor. Em cada uma das histórias conhecemos os detalhes da vida de um dos personagens, e todos os pequenos enredos formam um quadro maior, que trata de uma misteriosa seita formada por homens brancos, adeptos da magia, que farão de tudo para conseguir mais poder.

>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
"---."

RESENHA<<<
Olá pessoas! Andei sumida daqui, mas estou de volta e trouxe uma leitura que estava bem ansiosa por ler. Saiu no clube intrínsecos e foi publicado posteriormente pela editora na versão para meros mortais rsrsrs.

Primeiro o que dizer desse livro? Esperava outra coisa, esperava bem mais e acabou sendo uma leitura arrastada e maçante! Pasmem! É raro eu me sentir assim com um livro, até porque costumo escolher a dedo minhas leituras de acordo com meu gosto literário, mas nessa errei feio!

A história se passa no período de segregação racial dos Estados Unidos, e aí temos um tema que me atrai e geralmente gosto de saber como foi, ter aquele vislumbre; o ano é 1954 e conhecemos Atticus, um jovem que está prestes a atravessar o país, porém a cor da sua pele pode vir a lhe causar muitos problemas e até risco de vida. Seu pai está, e temos uma seita em volta em mistérios, com homens de pele clara/brancos, que visam mais e mais poder! Temos situações inimagináveis permeando as páginas, e vemos jovens negros sendo aterrorizados.

Temos cenas realmente impactantes, e de nos fazer sentir tristeza por saber como as coisas foram ou até mesmo são até hoje; e não estou me referindo ao terror fictício e sim ao ser humano que sua capacidade de ser perverso. Porém ainda que o livro traga um tema relevante, ele não conseguiu me conquistar! 

O livro prende você em algumas partes, mas peca pelo excesso em outras e vai te arrastando por uma enxurrada de situações que as vezes me deixou bem confusa e sem entender direito. Não é ruim! Apenas não funcionou para mim!! Talvez se você ler, curta o enredo e escrita!! 

Para comprar:
Território Lovecraft

Share:

0 comentários