BOOKS || Darkdawn_As Cinzas da República (Jay Kristoff)


Autor: Jay Kristoff
Tradutor: Clemente Pereira
Editora: Plataforma 21
Série: Sim, livro 3 (série Crônicas da Quasinoite) 
Temas: Jovem-Adulto, Reinos, Magia, Sobrenatural
Nobre amigo, depois de um breve silêncio, podemos enfim voltar os olhos para a saga de nosso pequeno corvo. É certo que você deve estar curioso para saber o que aconteceu após os eventos sanguinários que abalaram as arenas de Godsgrave.
Com o irmão caçula nos braços, Mia Corvere saboreia seu triunfo. Foi uma longa jornada até aqui. A menina assustada que presenciara o enforcamento do pai tornou-se a assassina mais temida de toda a República de Itreya. Passados oito anos desde que começou a planejar sua vingança, Mia finalmente instaurou o caos na Cidade das Pontes e dos Ossos ao ceifar a vida do grão-cardeal e do cônsul.
No entanto, nem tudo é glória na vida da Faz-Rei. Os soldados luminatii e os servos da Igreja Vermelha estão à sua caça. Mercurio foi capturado e Mia deve salvá-lo antes que seu querido mentor pereça dentro dos muros da escola de assassinos. Entre sua fuga e o resgate do velho, ela precisa conquistar a confiança de Jonnen, seu irmão. Pois, neste momento, o que sobrou de sua família deseja vê-la morta.
Além disso, há algo mais assombrando seu destino. Um enigma fúnebre que cresce sob Godsgrave à medida que a veratreva se aproxima: os muitos eram um e serão de novo. Quando a noite chegar, talvez em definitivo, Mia Corvere conseguirá sobreviver num mundo em que até a luz dos sóis pode morrer?
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
"Oito anos de veneno, assassinato e merda"

RESENHA<<<
Mais um final de série aqui no blog!!! Eba!
Antes de saber os venenos desse livro e o que eu achei dessa série de maneira geral, clica na resenha dos anteriores:

A vingança de Mia está no fim, ou quase. E a acompanhamos ao longo de sua jornada de descoberta de si mesma e do mundo criado pelo autor. As brigas da Igreja e da República estão com os dias contados e as explicações foram interessantes, mas nem todas.

Uma crítica que fiz no primeiro livro, foi o autor não ter respondido à algumas questões, mas ele fez agora (antes tarde do que nunca), mas nem tudo foi legal, acho que ele deveria ter vindo aos poucos.

Claro que o final teve reviravolta, personagens pereceram, outros nos surpreenderam e muita ‘mitologia’ foi contada e explicada. Para quem gosta de séries com protagonistas fortes, essa é uma dica.

E para quem só aprecia ler depois que a série chega ao fim para evitar qualquer chance de não ser completada, pode ir sem medo... finalmente os 3 livros saíram. Então, corre no vídeo para saber meus comentários finais sobre “As Crônicas da Quasinoite”.

Para comprar:
Darkdawn: As Cinzas da República: 3

Share:

0 comentários