BOOKS || A Ilha do Guardião da Tempestade (Catherine Doyle)


Autor: Catherine Doyle
Tradutor: Thales Fonseca
Editora: Rocco
Série: Sim, livro 1 (série: A Ilha do Guardião da Tempestade)
Temas: Aventura, Fantasia, Infanto-Juvenil, Magia
A ilha inspirou profundamente.
O céu silenciou-se. A chuva diminuiu até tornar-se um chuvisco e os trovões se dissiparam enquanto Fionn afundava a uma camada diferente de Arranmore. A água foi arrastada para longe da encosta, e as ondas recuaram para dentro do mar até que a praia emergiu embaixo dele.
Fionn se agachou para começar a descer a escadaria em ruínas. Manteve os olhos fixados em seus pés. O garoto foi descendo, descendo, descendo, seguindo a maré em refluxo, enquanto corvos surgiam do céu para incentivá-lo a seguir adiante.
A ilha foi tomada por um silêncio sinistro e o observou ir.
Uma vez a cada geração, a Ilha de Arranmore escolhe um novo Guardião da Tempestade para exercer seu poder e manter sua magia a salvo dos inimigos. Chegou a hora do avô de Fionn Boyle, um senhor excêntrico e misterioso, renunciar e logo um novo Guardião irá surgir. Ao mesmo tempo, uma magia sinistra está despertando, com a intenção de reacender uma guerra e mudar a vida de Fionn e o futuro da ilha para sempre.
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
"Em um campo tomado de flores silvestres, um menino e uma menina encontravam-se lado a lado sob um antigo carvalho."

RESENHA<<<
Tinha bastante tempo que não estava empolgada na leitura de livros, mas essa quarentena está me motivando a procurar aqueles livros mais antigos que estava perdido no meio do meu kindle e que aos poucos a gente esquece pois surge coisas mais interessantes para ler. O livro de hoje foi bem falado por outros blogueiros, mas simplesmente deixei de lado e agora que estamos no confinamento, eu disse: Porque não?

Um livro despretensioso, uma delícia e já deixa aquela sensação de quero mais (e sim é uma série e já quero saber quando o próximo livro vai sair). Um infanto-juvenil daqueles que eu gosto, crianças sendo crianças, muita aventura e coisas malucas... nada como uma pitada de sobrenatural para tudo ficar melhor ainda.

Apesar de não ser exatamente a mesma coisa, mas enquanto eu escrevia esta resenha me lembrei da série “Locke and Key” (vale dar uma chance, tem na Netflix).

Nessa ilha especial que contém magia, ela se protege e ao mundo escolhendo pessoas especiais para dar poderes, e sim, são descendentes da ilha. A história é contada aos poucos, mostrando como os poderes agem ali e os envolvidos, sem claro esquecer que uma nova ameaça (ou a que sempre existiu, mas nunca morreu) vai acontecer.

Os diálogos e personagens são uma graça, divertidos, irritantes, meio nonsense, mas me identifiquei em ver que é um livro para crianças e com isso senti a realidade. Odeio livros onde o protagonista tem 8 anos e age como se tivesse 35 anos. As brigas entre irmãos, não superar a morte do pai, o tédio de não poder sair/brincar, o fazer as coisas escondido e dar m#rd@.

É uma leitura muito fluida e rápida. Não diria que li numa sentada (mas quase), pois tinha outras coisas para fazer, mas o livro me prendeu do começo ao fim e não parti para outros enquanto não terminei esse.

Totalmente indico a leitura, para quem estava com saudades ou aprecia um bom infanto-juvenil, este livro é a pedida certa e se ele está na sua estante, já aproveita o final de semana e já termina.

Para Comprar:
A ilha do guardião da tempestade

Share:

1 comentários

  1. Oi, Andy. Quando comecei a ler a sua resenha eu pensei que não ando com muita paciência para infanto juvenis, mas acabei mudando de ideia. Ando meio entediada nessa quarentena e estou precisando de livros exatamente assim! Quero algo que me prenda e que seja gostoso de ler!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir