BOOKS || Entre Dois Mundos (Robert Kirkman)


Autor: Robert Kirkman
Tradutor: Fernando Scheibe
Editora: Intrínseca
Série: Sim, Livro 2 (série Oblivion Song)
Temas: Distopia, Ficção, Jovem-adulto, Mangá
Mestre em traçar universos distópicos permeados por reflexões sobre família, morte e a natureza humana diante da crise, Robert Kirkman, criador de The Walking Dead, reúne em Oblivion Song vários dos elementos que o consagraram. No segundo volume da série de quadrinhos que conquistou fãs e críticos, voltamos a acompanhar a saga do cientista Nathan Cole para reparar os erros do passado e começamos a entender o mistério que cerca o surgimento da nova dimensão aterrorizante com raros momentos de calmaria.
Anos atrás, 300 mil habitantes da Filadélfia foram repentinamente transportados para Oblivion. O governo investiu muitos recursos em incursões para resgatar as vítimas, mas as buscas foram encerradas. No entanto, algo motivou Nathan Cole a não desistir de procurar por sobreviventes. Quando revelações impensáveis sobre seu passado vêm à tona, ele passa a ter suas ações questionadas pelo governo. Há perguntas sobre Oblivion que só Nathan pode responder, e agora o futuro dos dois mundos está em suas mãos.
Com a arte vibrante de Lorenzo De Felici, Oblivion Song: Entre dois mundos reúne os fascículos 7 a 12 da série e entrelaça ação, suspense e ficção científica numa história sobre as renúncias e as escolhas necessárias para seguirmos em frente.
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
"—"

RESENHA<<<
Este é o segundo volume da HQ que eu amei demais! 
Esperei ansiosa por esta continuação, já que o primeiro volume me deixou bastante feliz, por ter em mãos uma HQ tão completa e recheada de conteúdo. (para ler o veneno anterior, clique aqui)

Como enredo temos uma crítica a "vida que levamos", colocando em cheque que a sociedade pode vir a ser um peso na vida de alguns, padrões pré-estabelecidos possivelmente causa afastamento de alguns, fazendo com que eles fujam do convívio social. Robert Kirkman se fica de maneira bem profunda nesses temas trazendo reflexões interessantes sobre vida em sociedade e outros.

Oblivion Sonho - Entre Dois Mundos é o segundo volume da novela escrita pelo mesmo autor de The Walking Dead. Para refrescar a memória de vocês ou dar um bizu sobre o primeiro volume, nele, Nathan se empenhava em encontrar seu irmão e trazer pessoas perdidas em Oblivion de volta ao seu mundo, terminando com nosso protagonista sendo encurralado pelo exército, fazendo com que ele fosse parar onde havia o gerador que desencadeou a ruptura, ou seja lá como prefiram, fazendo com que existisse essa abertura entre dois mundos.. e é a partir deste ponto que temos o início de Entre dois mundos. 

Nathan nos explica como tudo ocorreu e como se culpa por ter levado tantas pessoas a um planeta hostil, os privando de uma "vida normal", ao lado de seus entes queridos. Ele segue com esse peso, ainda que tal tecnologia tenha sido criada por uma equipe de cientistas, e não por ele sozinho. O chefão do exército tem planos de transformar tal tecnologia em uma arma valiosa, e com isso, mantém Nathan preso. 

Nathan acaba pedindo ajuda ao seu irmão, que estava de volta a terra, tentando assim roubar o gerador da base militar, porém no meio dessa tentativa, Ed, acaba ativando o gerador e fazendo uma nova transferência de um grupo pequeno de pessoas, que foram parar em Oblivion.

Bom, este segundo volume é bastante esclarecedor, respondendo a várias perguntas que ficaram no ar após a leitura do primeiro volume, e nos traz reflexões importantes sobre "o mundo real", esse que estamos, você e eu. E com isso levanta questões que nos faz duvidar sobre nosso sistema, cotidiano, padrões etc. 

Essa leitura vai bem além de uma simples HQ, de uma história recheada de fantasia. Ela nos faz pôr os pés no chão e achar nossa voz interior para que possamos nos posicionar sobre diversas questões! 
Uma leitura essencial! 

Para comprar:
Oblivion Song: Entre Dois Mundos – Volume 2

Share:

1 comentários

  1. Estava lendo sobre esse segundo livro agorinha, num outro blog que acompanho e se já tinha ficado fascinada com a primeira Hq, imagina com essa segunda agora?
    As cores, traços e enredo, pelo que pude perceber, conseguiram melhorar ainda mais.
    Mais ágil,mais frenético e isso é maravilhoso!
    Espero ter a oportunidade de conferir todos os volumes.
    As Hq's tem tornado um gênero muito amado.
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir