BOOKS || Os Pergaminhos Vermelhos da Magia (Cassandra Clare & Wesley Chu)


Autor: Cassandra Clare & Wesley Chu
Tradutor: Ana Rodrigues
Editora: Galera Record
Série: Sim, livro 1 (série As Maldições Ancestrais)
Temas: Jovem-Adulto, Sobrenatural, Fantasia, LGBT
Cassandra Clare e Wesley Chu lançam o primeiro livro da nova série que acompanha o feiticeiro Magnus Bane e o caçador de sombras Alec Lightwood enquanto viajam pelo mundo após a Guerra Mortal.
Tudo o que Magnus Bane queria era aproveitar suas férias pela Europa com Alec Lightwood, o Caçador de Sombras que, contra todas as probabilidades, finalmente é seu namorado. Mas assim que os dois se instalam em Paris, uma velha amiga chega com notícias sobre um culto de adoração a demônios chamado A Mão Escarlate, que está empenhado em causar o caos em todo o mundo – um culto que, aparentemente, foi fundado pelo próprio Magnus, anos atrás. Agora, Magnus e Alec vão percorrer o continente europeu para rastrear A Mão Escarlate e seu novo e ilusório líder antes que o culto cause ainda mais danos. Como se não fosse suficientemente ruim que suas férias românticas tivessem sido desviadas do trajeto original, os demônios agora estão perseguindo todos os seus passos, e está se tornando cada vez mais difícil distinguir amigos de inimigos. À medida que sua busca por respostas se torna cada vez mais complexa, Magnus e Alec precisarão confiar um no outro mais do que nunca - mesmo que isso signifique revelar os segredos que ambos mantêm. 
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
"Do deque de observação da Torre Eiffel, a cidade se estendia sob os pés de Magnus Bane e Alec Lightwood como um presente."

RESENHA<<<
O mundo dos Caçadores de Sombras é enorme e cresce mais a cada dia, seja as inúmeras séries que acabam se ligando já que os antigos personagens de vez enquanto aparecem, seja porque se passe no mesmo universo, dessa vez temos uma nova série que começa aqui no blog sobre uma autora e um mundo que tem resenha até dizer chega...

Já tinha lido um livro sobre Magnus (As Crônicas de Bane) e achei bem interessante, aliás, eu gosto bastante do personagem, ele tem um passado nebuloso e ao mesmo tempo mal explorado pela autora. Mas aqui, percebo que apesar dela se localizar sobre um ponto mais específico, ela vai falar um pouco do passado de Magnus e das inúmeras pessoas que ele conheceu durante os anos.

A história tem muito humor, afinal, as tiradas de Magnus são ótimas, mas também mostra um pouco do preconceito que a Clave (e mostrando a nossa Sociedade de modo geral) tem com as criaturas do Submundo e da relação homoafetiva. Mas, a autora consegue ir mostrando aos poucos boas situações.

Nessa primeira história, o vilão e o problema não é algo tão mirabolante quanto em suas outras sagas, pois imagino que ela vai contar uma história com início-meio-fim em cada um de seus livros e isso faz com que o desenvolvimento seja mais simples que os outros, mas a história mostra o passado e como as coisas se passaram depois dos acontecimentos de “Os Instrumentos Mortais”.

Muita gente diz que Magnus é o melhor personagem da Cassandra, eu ainda não sei se é o melhor, mas com certeza ele está no top 3. Tudo que li dele (seja como personagem principal ou secundário) me animou muito e quero continuar nessa saga.

Foi uma ótima leitura, um grande prazer de retornar ao mundo dos caçadores de Sombras e me divertir, além de compreender como alguns relacionamentos, amizades e situações ocorreram.
Leitura obrigatória para os fãs Caçadores de Sombras!!

Para Comprar:

Share:

0 comentários