BOOKS || Jornada das Águas (Sarah Tolcser)


Autor: Sarah Tolcser
Tradutor: Edmundo Barreiros
Editora: Plataforma 21
Série: Sim, série Jornada das Águas
Temas: Jovem-Adulto, Ficção, Fantasia
Caroline Oresteia é destinada às águas. Geração após geração, sua família recebe o chamado do deus do rio, que guia as embarcações por viagens infindáveis através das Terras dos Rios. Assim, a jovem passou a vida esperando finalmente ouvir seu chamado. Porém, passaram-se 17 anos e o deus do rio ainda não sussurrou seu nome – e se ele ainda não o fez, existe a chance de jamais fazê-lo.
Quando o pai de Carô é preso por se recusar a transportar uma carga misteriosa, ela decide então tomar o destino nas próprias mãos. Concordando em entregar tal carga em troca da libertação do pai, Carô se vê presa numa rede de intrigas políticas, piratas perigosos e… paixão.
Definitivamente, a carga que está transportando está bem longe de estar segura. Como lidar com tudo isso sem a ajuda do deus do rio?
Nesta aventura, Carô precisará escolher entre a vida que sempre quis e uma outra, nova, que jamais imaginou para si.
Mergulhe n’A Canção das Águas, fantasia ricamente elaborada por Sarah Tolcser, e desbrave novos caminhos. Respire fundo: este é só o começo da jornada.
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
"Existe um deus no fundo do rio."

RESENHA<<<
Hoje teremos dobradinha, 2 livros em uma única resenha, já que tive a oportunidade de ler na sequência – A CANÇÃO DAS ÁGUAS e O SUSSURRO DAS ONDAS, então para mim vai ser um grande livrão e darei a resenha dessa duologia.

A história é boa, gostei do universo criado pela autora, os personagens cativam, e a nossa protagonista Carô é ousada, guerreira e sabe o que quer, ou pelo menos o que ela não quer. Passou a vida inteira num barco como mercadora, mesmo tenho metade da família uma posição importante, ela gosta dessa vida.

O livro começa com uma grande aventura, pois ela precisa levar uma encomenda para um lugar que parece ser simples, mas claro que as começas começam a desandar logo no início e uma grande aventura começa. Teremos tesouros, magia, perseguição. Me lembrou um pouco ‘Piratas do Caribe’, mas uma versão adolescente.

A autora foi feliz em criar seu próprio mundo mágico, com deuses do rio e do mar, uma pegada meio mitologia grega/romana e como isso seria se fosse de verdade. Temos um vocabulário rico e foi difícil no início me ambientar nessas informações sem me perder, mas aos poucos as informações entram na cabeça.

O primeiro livro teve muito mais ação e aventura que o segundo. No livro 2, senti que teve muito romance, não que isso seja ruim, mas tinha horas que foi demasiado e poderia ter sido reduzido ou mais leve, era muito aquela coisa de não sei se caso ou se compro uma bicicleta e as vezes é irritante ficar páginas e páginas lendo as mesmas coisas.

As coisas estavam lá e foram desenvolvidas, alguns detalhes mais interessantes, novos personagens e alguns desenvolvimentos que gostei bastante e até gostaria de ter visto mais desse rumo (quem sabe no futuro?), mas acho que foi só o romance que me irritou um pouco, mas por ser uma duologia (ainda tenho dúvidas, acho que sai um 3 em algum momento no futuro...) acredito que isso teria que ser desenvolvido mais profundo no livro 2.

Para quem quer um romance, mas também umas aventuras, uma mocinha mais prafrentex e ter um pouco de ação, aconselho a série, pois me fez ler os 2 e passei bons momentos.

Share:

2 comentários

  1. Oi, Andy.
    Vi o primeiro livro dessa duologia em oferta na Feira da USP, mas como achei que era uma série maior, não me animei. Se eu soubesse que eram só dois livros, acho até que teria comprado! Se bem que, pelo o que você comentou, acho que essa é uma história que eu quero ler, mas que não faço questão de ter na estante, então vou descobrir se a Plataforma 21 vende os ebooks! kkkkk
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tbm não sabia q seria só 2, enrolei a beça...rs. A história é fofa, mas só. Vale a leitura...

      Excluir