BOOKS || Circe (Madeline Miller)

Autor: Madeline Miller
Tradutor: Isadora Prospero
Editora: Planeta
Série: Não
Temas: Ficção, Mitologia, Aventura
Uma releitura corajosa e atual da trajetória de Circe, a poderosa – e incompreendida – feiticeira da Odisseia de Homero.
Na casa do grande Hélio, divindade do Sol e o mais poderoso da raça dos titãs, nasce uma menina. Circe é uma garotinha estranha: não parece ter herdado uma fração sequer do enorme poder de seu pai, muito menos da beleza estonteante de sua mãe, a ninfa Perseis. Deslocada entre deuses e seus pares, os titãs, Circe procura companhia no mundo dos homens, onde enfim descobre possuir o poder da feitiçaria, sendo capaz de transformar seus rivais em monstros e de aterrorizar os próprios deuses.
Sentindo-se ameaçado, Zeus decide bani-la a uma ilha deserta, onde Circe aprimora suas habilidades de bruxa, domando perigosas feras e cruzando caminho com as mais famosas figuras de toda a mitologia grega: o engenhoso Dédalo e Ícaro, seu filho imprudente, a sanguinária Medeia, o terrível Minotauro e, é claro, Odisseu. E os perigos são muitos para uma mulher condenada a viver sozinha em uma ilha isolada. Para proteger o que mais ama, Circe deverá usar toda a sua força e decidir, de uma vez por todas, se pertence ao reino dos deuses ou ao dos mortais que ela aprendeu a amar.
Personagens vívidos e extremamente cativantes, aliados a uma linguagem fascinante e um suspense de tirar o fôlego, fazem de Circe um triunfo da ficção, um épico repleto de dramas familiares, intrigas palacianas, amor e perda. Acima de tudo, é uma celebração da força indomável de uma mulher em meio a um mundo comandado pelos homens.
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
"Quando eu nasci, o nome para o que eu era não existia. "

RESENHA<<<
Gosto bastante de mitologia grega e ler Circe foi uma delícia, uma mistura de mitologia com uma possível história real e plausível, porém com toda a saga, desejos, ódio e brigas entre os deuses e os humanos e seus jogos e controlar a vida.

A leitura é contínua, boa e flui bem. A autora passou o lado da mitologia como algo suave, mas com informações precisas e interessantes, é quase como se a própria Circe nos contasse sua história, ora mostrando a titã que ele nasceu para ser, ora mostrando o quão mesquinho e pequeno os deuses podem ser. E ela ficou nesse meio.

Apesar de conhecer a mitologia mais clássica, foi um prazer acompanhar esta história, com pontos conhecidos e outros inventados para que a história pudesse ser real e plausível, é uma leitura que funciona e não fica chata. Confesso que uma parte boa do meu dia era a hora desta leitura, pois sabia que voltaria para uma boa história.

Acompanhamos a vida de Circe desde seu nascimento até sua morte?! E todos os altos e baixos que ela passa, desde as brigas com seus irmãos e seu pai Hélio, até o momento que homens chegam em sua ilha.


Para quem quer uma boa leitura, vale se deliciar em suas páginas e para quem é fã de mitologia, vale conhecer e se aprofundar em mais uma.

Share:

2 comentários

  1. Oi, Andy.
    Estou com esse livro aqui na estante, só esperando abrir uma folga na agenda para dar uma lidinha. Gostei de saber que essa é uma história que prende a atenção e que é gostosa de ler!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi uma grata surpresa, confesso q li sem esperar mta coisa, mas ela me prendeu.

      Excluir