BOOKS || Namorada Podre de Rica (Kevin Kwan)

Autor: Kevin Kwan
Tradutor: Ana Carolina Mesquita & Mariana Mesquita
Editora: Record
Série: Sim, livro 2 (série Asiáticos Podre de Ricos)
Temas: Romance, Chick-lit, Comportamento
Depois de descobrir que seu lindo namorado, um simples professor de história da Universidade de Nova York, é, na verdade, o herdeiro de uma das famílias mais ricas de Cingapura e de sobreviver a todas as tentativas orquestradas pela mãe dele, a poderosa Eleanor Young, para tentar separá-los, Rachel Chu acha que, agora, está preparada para qualquer coisa. Ah, ela não poderia estar mais enganada... Às vésperas de seu casamento com Nick, ela recebe a visita de um homem que sempre sonhou conhecer: seu próprio pai. Isso acaba arrastando o casal para um mundo capaz de deixar até o herdeiro de uma das maiores fortunas da Ásia de queixo caído.
Em Xangai, eles conhecem a realidade dos novos-ricos, que, ao contrário dos chineses do continente, cuja fortuna vem sendo acumulada e multiplicada ao longo de várias gerações, não têm o menor pudor em ostentar. De uma hora para a outra, viajar de jatinhos particulares pela Ásia não era nada perto do Boeing 747-8i privativo no qual, em vez de quatrocentos assentos, há uma sala de cirurgia equipada com uma UTI e um lago de carpas! Em Namorada Podre de Rica, a aguardada continuação do best-seller que conquistou milhões de fãs no mundo inteiro e que foi adaptado para o cinema, Kevin Kwan narra, com seu humor satírico e perspicaz, uma história onde (quase) nada é inventado e nos faz mergulhar no mundo glamoroso e inacreditável das pessoas mais ricas da China.
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
"– Um momento."

RESENHA<<<
Vem que voltamos para o luxo, riqueza, mimimi e nomes de marcas de roupas que nunca ouvimos falar, mas quem não quer ser podre de rico, né? Para acompanhar os venenos do livro anterior, clique:

Vou começar com um spoiler, não entendi porque o título é namorada, já que praticamente eles se casam nos primeiros capítulos e quando eles vão à Ásia (deixar Ásia, porque eles passeiam por alguns lugares) já estão casados, aqui na França, o povo chama de namorado/a, mesmo depois de casado, aliás, nossa tradução é namorado, mas é com quem você tem um relacionamento e deve ter sido por isso?! que se manteve.

Como no livro anterior, conhecemos mil outros amigos, parentes e o quem é quem da high Society da Ásia e dessa vez também estamos aprendendo as diferenças entre vir de uma família rica e conseguir dinheiro (muito dinheiro), para a maioria dos mortais, não faz muita diferença, mas para os asiáticos, as famílias nobres faz e muita. Essa explicação passou batida no livro anterior, mas aqui o autor deu um foco.

Apesar de amar a troca de pontos de vistas, as vezes cansa ter tantos personagens e linhas de informações, como antes, agora temos uma evolução de algumas famílias já apresentadas, tirando um pouco o foco de Nick e Rachel, mas são muitos amigos/ parentes e sei lá mais quem e confesso que tiveram alguns que eu fiquei perdida, talvez ganhem mais destaques no livro 3.

Aqui o foco sai da família do Nick, mas calma, eles vão aparecer bastante, mas foca um pouco na desconhecida família da Rachel, e todos os problemas que isso pode acontecer, sem falar em dois novos personagens muito loucos e bem divertidos. Ai gente também quero pegar meu jatinho e ir fazer compras em algum canto (no caso eles saíram da China para Paris, eu quero ir para outro lugar).

Eu me identifiquei muito com a Rachel, ela está no meio do dinheiro e consegue se manter sã e com classe, provando que não é porque a gente vem de família humilde a gente é menos capaz, idiota ou deslumbrado. Várias vezes ela cita que não entende como as pessoas gastam tanto dinheiro em tão pouco tempo (as vezes nas compras ou em outras situações) e aqui realmente posso dizer que ela brilhou no livro, mesmo ele não sendo escrito todo no ponto de vista dela.

Essa série consegue misturar com humor os extremos, mostrar algo tão cheio de luxúria e as mesmo tempo colocar pessoas vazias, mudos diferentes se colidindo e como as pessoas se transformam (muito rico para pobre ou vice versa) e por ser um homem que escreve com tantos detalhes, principalmente as roupas e marcas, é um livro que vale a leitura. É leve, divertido, descontraído e tem uns ensinamentos ali.


Ansiosa pela continuação e quem sabe outros livros do autor e claro, espero que sai o filme deste livro e seja tão divertido quanto o anterior.

Share:

2 comentários

  1. Oi, Andy.
    Graças às suas resenhas, morro de vontade de ler essa série!
    Já tenho o primeiro livro e esse segundo já está na minha lista de desejos!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir