BOOKS || A Leitora (Traci Chee)

Autor: Traci Chee
Tradutor: Edmundo Barreiros
Editora: Plataforma 21
Série: Sim, livro 1 (série Mar de Tinta e Ouro)
Temas: Aventura, Jovem-Adulto, Fantasia
Era uma vez um mundo chamado Kelanna. Um lugar tão maravilhoso quanto terrível, onde ninguém sabia ler. Lá, as histórias não eram registradas em papel como esta que você está prestes a ler, elas eram simplesmente transmitidas de geração a geração. Em uma dessas lendas, falava-se de um objeto misterioso que guardava a maior magia que o povo de Kelanna já conheceu: o livro. Quem soubesse interpretá-lo teria acesso a um poder inimaginável.
Após o assassinato de seu pai por uma organização misteriosa, a jovem Sefia recebe de herança um estranho objeto retangular, que pode ser a chave para desvendar seu passado. Para isso, ela precisará aprender a decifrá-lo para entender o que o torna tão valioso e se tornar uma leitora.
Magia e grandes perigos, como o terrível Flagelo do Leste e sua famosa frota de piratas, cruzarão seu caminho. Mas você se engana se acha que Sefia enfrentará tudo sozinha…
Percorra cada palavra e aproveite. A aventura está só começando.
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Houve uma vez, e um dia haverá.”

RESENHA<<< 
Uma história que me pegou de surpresa e de repente estava ansiosa para saber o que ia acontecer e compreender como tudo se conecta. Imaginou que louco se a gente não soubesse o que é um livro? Ou nem todo mundo soubesse ler? Pode parecer algo bem Idade Média, mas nessa grande aventura, isto é a premissa central da história – CONHECIMENTO É PODER.

Nossa protagonista Sefia é uma fugitiva, mas ela não sabe bem porque ou de quem/que ela foge. Mas, sempre viveu assim, mas ao longo do desenrolar da história, vamos tentando entender (junto com Sefia) quem eram seus pais e porque os mesmos foram mortos... E junto com ela e sua tia, elas guardam um objeto raro – UM LIVRO (ela só entende isso mais para frente) e nele tem histórias e informações que ela não sabe o que são ou quem escreveu.

E nessa descoberta sobre quem ela é, quem seus pais eram, o que o livro é ou pode fazer, ela encontra pessoas diversas, tem muitas aventuras e coisas bem loucas e divertidas e novas descobertas.

De modo geral eu curti muito a história, achei a premissa interessante e de certa forma, a evolução é boa. Mas, ao mesmo tempo teve uns momentos bem arrastados, principalmente quando a autora descreve alguns momentos com muitos detalhes que não eram necessários e teria deixado a história um pouco mais leve e ao mesmo tempo, a maioria dos personagens não se aprofunda tanto em suas descrições e conflitos.

Um ponto que me marcou bastante foi o final ser meio jogado, afinal são quase 500 páginas e a autora demorou muito para ir se organizando para o final, aí a gente meio que tem nos últimos capítulos algumas explicações que poderiam ter sido dada aos poucos. Essa coisa jogada me deu uma desanimada no fim, mas foi o gancho para o próximo livro (acredito ser uma trilogia).

Há histórias paralelas que me agradou mais do que as vezes a da própria Sefia, as vezes ela era chatinha ou ficava em determinados assuntos que poderiam ter evoluído, mas não seguiam. Mas, de modo geral, a história tenta sempre nos colocar as informações de que saber ler é importante. Ter conhecimento é importante e que as vezes a gente está num pequeno tabuleiro e alguém está jogando com as nossas vidas.


O segundo livro já saiu e eu sigo em frente nessa série (trilogia?) e torço para que a continua seja tão boa quanto este primeiro livro.

Share:

1 comentários

  1. Oi, Andy.
    Fiquei curiosa para conhecer esse universo criado pela autora.
    Como uma grande amante de livros, não consigo imaginar não saber o que é um livro ou ainda não tem um livrinho sequer!! Rs...
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir