BOOKS || A Princesa Perdida (William Goldman)


Tradutor: Alice Mello
Editora: Intrínseca Universo dos livros
Série: Não
Temas: Aventura, Lit. Estrangeira, Ficção
Buttercup é uma camponesa que se apaixona perdidamente por Westley, o jovem humilde que trabalha na fazenda do pai dela. Juntos, eles descobrem o amor verdadeiro, mas um trágico acidente envolvendo um navio pirata os separa.
Em poucos anos, Buttercup se torna a mulher mais bonita de todos os reinos e acaba sendo pedida em casamento pelo sádico príncipe Humperdinck. Mas nada, nem um poderoso príncipe amante da caça, é capaz de separar esse amor, e o destemido Westley volta para resgatar sua princesa que foi prometida a outro.
Em uma paródia aos épicos clássicos, William Goldman escreve um divertido romance com direito a tudo que o gênero tem a oferecer: piratas, duelo de esgrima, traições, tramas políticas da realeza e um romance apaixonante. Esta edição de luxo em capa dura traz os textos extras que William Goldman escreveu para as edições comemorativas de 25 e 30 anos da obra original - que misturam ficção e realidade e ajudam a compor o universo emblemático que transformou a obra em um fenômeno. 
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Este é meu livro preferido no mundo inteiro, embora eu nunca o tenha lido.”

RESENHA<<<
Oi gente, como estão?
Hoje vim falar do livro A Princesa Prometida, publicado pela Editora Intrínseca. A edição está bem bonita, em capa dura e vários detalhes internos bem legais. Adoro obras em capa dura e com um trabalho gráfico e de edição caprichado.

Bom; vamos falar da história. Confesso que não foi o que eu esperava, ainda assim, achei a história diferente e bem interessante. Quando eu digo que o livro não é o que eu esperava, é porque, estava achando que iria encontrar uma história de amor com princesas e muito drama. Mas o que encontrei foi uma história de amor incrível, muita tirada irônica e engraçada até, além de aventuras maravilhosas! Mas o mais legal, foi que não temos apenas uma história nesse livro e sim duas. Já que além da história da Princesa Prometida, temos a história de William Goldman, sim, sim! O nome do autor do livro! Mas ele diz que não é! Irão entender ao ler. Aparentemente quem escreveu a obra foi S. Morgenstern e William Goldman se encarregou de editar em uma versão só com as "partes boas".

Nosso autor e personagem nos conta como teve contato com a obra A Princesa Prometida. Ele era um menino incompreendido, segundo sua professora do colegial, que muitas vezes não sabia o que fazer com ele. Ele não tinha um bom desempenho na escola, mas possuía uma imaginação bem criativa em muitos aspectos, além de ser louco por esportes. Mas para William, ler era perda de tempo, já que ele podia gastar esse tempo com bolinhas de gude, futebol e narrar vitórias incríveis. Mas em dado momento ele contraiu pneumonia e isso o deixou de "molho" por um período, então seu pai começou a ler a história em seu leito, enquanto ele se recuperava. E mesmo quando ele podia ler sozinha, já estava forte o bastante, ainda assim, era mais interessante a leitura contada pela voz de seu pai. Com as vozes e entonações nos momentos especiais.

William se encantou pela história e depois disso tornou-se um leitor ávido. Cada vez mais buscando novas aventuras nos livros e pedindo dicas de sua professora. Mais tarde, William descobriu que seu pai lhe contou a história de uma forma única, deixando as partes chatas de lado e contando para Willian as partes mais interessantes e boas. A expectativa que seu pai fez sobre a leitura, foi uma das coisas que mais encantou William, um nicho de aventuras, amor, ódio, traições, lutas, insetos e animais, morte, dor, sofrimento, esperança. Entre outros. Isso foi o que chamou não só atenção de Will, mas de quem está vos escrevendo.

Mais tarde, quando Will já é um adulto, ele busca o mesmo livro para presentear seu filho de dez anos, enquanto sua esposa comprou uma bicicleta de dez marchas. William gasta um tempo e um bom dinheiro para encontrar as edições esgotadas de A Princesa Prometida. E é assim que o livro se desenvolve, entre passado e presente. História e "realidade" do autor personagem.

Ao terminar o livro, descobri que tem um filme. Juro que não sabia. E pretendo assistir. Pois essa leitura foi uma grata surpresa que me encantou e me fez vivenciar de maneira intensa cada página lida. Um livro, sem dúvidas, diferente dos que tenho lido e muito especial! A todo instante temos não apenas a história do livro, mas a história da vivência de William com a leitura e isso com certeza foi incrível e uma sacada genial!

O livro tem muitas aventuras! Não vou me estender mais, para não estragar a surpresa da leitura de quem ainda o fará! Mas posso adiantar, que vale muito a pena!
Estou encantada!

Share:

3 comentários

  1. Oi, Karini.
    Estou com esse livro aqui na fila de leituras e sua resenha me deixou ainda mais animada para lê-lo!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  2. Olá, Karini
    Recebi esse livro hoje de uma box literária que assino.
    Gostei muito quando abri e vi esse livro, a edição esta magnífica, na minha humilde opinião só faltou uma fitinha de cetim para marcar as páginas.
    Li essa parte que fala sobre William Goldman, amei que mesmo ele doente o pai simples começou a ler o livro para ele se recuperar.
    Só com esse começo adorei, tenho certeza que o livro será maravilhoso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ola Karini.
    Cara, nao dava nada por esse livro, nao gosto da capa, acho estranha e ainda me remete algo antigo q estavam com preguiça de fazer kkkkk, não desejava saber o q se tratava, mas acabei mordendo minha lingua, fiquei encantada com sua resenha, se nao tivesse lido, nao procuraria nada a respeito, obrigada por ler compartilhar, sabe aquele ditado: "nao julgue o livro pela capa"?? coube certinho no q fiz kkkkkk Sorry. Tambem nunca ouvi falar no filme, ou pelo menos nao memorizei. Gostei de saber sobre o q fez o autor "escrever" esse livro, isso mostra que nem sempre precisa "fritar os miolos" para ter uma hitoria incrivel, basta se inspirar em algo q goste, como o pai de William fez.

    BJss

    ResponderExcluir