BOOKS || A Viajante (Arwen Elys Dayton)


Autor: Arwen Elys Dayton
Tradutor: Marina Cordeiro
Editora: Rocco
Série: Sim, livro 2 (série A Guerra dos Clãs)
Temas: Jovem-Adulto, Magia, Ação, Fantasia Urbana
Com uma protagonista feminina que encheria de orgulho Katniss Everdeen e Tris Prior, de Jogos Vorazes e Divergente, a série Seeker acompanha a jornada de Quin Kincaid, uma jovem dividida entre o importante legado herdado de sua família e a verdade por trás das aparências. Quando prestou seu juramento e se tornou uma Seeker, seguindo os passos de seu pai e mestre, Quin não imaginava que a nobre organização com a qual se comprometera guardava segredos assustadores. Agora, no segundo volume de sua jornada, a garota conta apenas com seu amigo de infância Shinobu para buscar as respostas que precisa e lutar contra um destino que se revela uma condenação. E quanto mais eles investigam o passado, numa viagem que os levará a lugares como Hong Kong e Escócia, mais o presente se torna sombrio e ameaçador.
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“– Shinobu? – perguntou Quin ao ver que ele se revirava.”

RESENHA<<<
Segundo livro da série Seeker, para ler os venenos do anterior, clique:

No livro anterior, apesar da boa ideia e elementos que a autora quis usar para fazer o livro, o jeito que ela fez isso deixou tudo muito sem noção e com suas fracas explicações, a leitura demorou bastante a engrenar e até chegar ao final. Já na continuação, a autora optou por ser um pouco mais clean e explicar coisas que ela só jogou e não falou nada antes. Isso foi um ponto positivo, mas ainda vejo essa série como fraca.

A narrativa continua sendo em terceira pessoa e pelo ponto de vista de vários personagens, o número aumentou bastante, já que os jovens que iriam virar seeker estão seguindo informações diferentes e tentando entender quem eles são e o que de fato é ser seeker, ao mesmo tempo que tentam descobri onde os valores dos seeker mudaram. Bem como entender a vida e cada um dos clãs.

Neste livro a autora quis focar um pouco nessa busca e no passado. Algo que no livro anterior ficou bem a desejar, não que aqui todas as respostas tenham sido dadas, mas um caminho foi seguido e a gente tem uma sensação melhor do que podemos esperar e talvez entender um pouco mais do que a autora quis fazer/trazer para sua história.

Ainda tem umas coisas meio sem noção, uma brincadeira ao estilo ‘Carmen San Diego’ passeando pelo mundo com coisas mágicas, como também um mundo entre o nosso mundo onde o tempo não existe. Mas, as lutas, as explicações, clãs e quem poderia estar por traz de tudo, ainda ficou sem definição. Teremos de esperar um próximo livro.

No livro anterior tivemos mais romance do que nesse, o que achei legal, não que o romance não tivesse espaço aqui, mas realmente não é a grande ideia do livro, as buscas e as informações são muito mais importantes, nesse ponto a autora acertou.

Ainda falta ligação, um melhor desenvolvimento e um enredo mais encorpado para essa história dar certo. A ideia geral é boa, mas a autora não soube (ainda) explorar isso em suas páginas.

Share:

2 comentários

  1. Oi, Andy...
    Pelo visto não tem jeito mesmo... Me parece que esse segundo livro é até melhor, mas não melhorou tanto assim!! kkkk
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. camis, a ideia geral é boa, mas sabe qdo não rola? É meio isso, vc tenta dá uma chance e termina dizendo...pq?

      Excluir