BOOKS || O Homem de Giz (C.J. Tudor)

Tradutor: Alexandre Raposo
Editora: Intrínseca Universo dos livros
Série: Não
Temas: Ficção, Lit. Estrangeira, Suspense, Mistério
Assassinato e sinais misteriosos em uma trama para fãs de Stranger Things e Stephen King.
Em 1986, Eddie e os amigos passam a maior parte dos dias andando de bicicleta pela pacata vizinhança em busca de aventuras. Os desenhos a giz são seu código secreto: homenzinhos rabiscados no asfalto; mensagens que só eles entendem. Mas um desenho misterioso leva o grupo de crianças até um corpo desmembrado e espalhado em um bosque. Depois disso, nada mais é como antes.
Em 2016, Eddie se esforça para superar o passado, até que um dia ele e os amigos de infância recebem um mesmo aviso: o desenho de um homem de giz enforcado. Quando um dos amigos aparece morto, Eddie tem certeza de que precisa descobrir o que de fato aconteceu trinta anos atrás.
Alternando habilidosamente entre presente e passado, O Homem de Giz traz o melhor do suspense: personagens maravilhosamente construídos, mistérios de prender o fôlego e reviravoltas que vão impressionar até os leitores mais escaldados.
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“A cabeça da garota estava apoiada em uma pequena pilha de folhas de tom marrom-alaranjado.”

RESENHA<<<
Olá seus lindos, tudo bem? Eu estava mega ansiosa para receber esse livro, e gente. Ele é lindo! Capa dura. Maravilhoso! Por mais livros com edições caprichadas assim! Veio um amassadinho na minha lombada. Que dó! Mas ainda assim, estou apaixonada!

Se trata de um thriller eletrizante (amo thrillers). Nessa história iremos conhecer Eddie e seus amigos e a história é ambientada inicialmente nos anos oitenta. Se trata de crianças comuns, que fazem coisas típicas de sua idade, tais como: andar de bike, frequentam locais abertos como parques e afins. Tudo seguia seu curso natural. Ele então criam uma maneira de se comunicarem, como um código entre eles, um segredo, algo especial. Dessa forma eles teriam algo somente deles que outras pessoas não entenderiam e com isso passaram a usar giz e desenhar aqueles desenhos tipo gente, mas em forma de palitos (eu desenhava assim). Mas uma brincadeira de criança simples e sem malícia, acaba em um corpo morto de maneira macabra no meio do bosque. E aí o caos está formado! Ninguém se sente seguro ou em paz depois do ocorrido.

Então temos uma passagem de tempo que nos leva a cerca de trinta anos após esse episódio que mexeu com toda uma população. Porém as vezes o passado não quer ser esquecido e nos persegue, nos espreita. Esperando apenas uma oportunidade. Com isso Eddie recebe uma carta com um desenho que relembra a comunicação dele com seu bando no passado. Temos um desenho de um homem feito em giz enforcado. O que será que isso quer dizer? Mais mortes?

O homem de Giz é uma história ao mesmo tempo simples e misteriosa que me prendeu do começo ao fim. Fi lido em uma única sentada e fiquei completamente vidrada nas páginas.

Super recomendo até para aqueles que não são super fãs do gênero. Tenho certeza que irão se surpreender. 

Beijos e até a próxima. 

Share:

1 comentários

  1. Oi, Karini.
    Que pena que seu livro veio com um amassadinho, porque essa edição é linda demais!
    E que história?! Eu também amei e não conseguia parar de ler!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir