BOOKS || O Dueto Sombrio


Tradutor: Guilherme Miranda
Editora: Seguinte Universo dos livros
Série: Sim, livro 2 (série Monstros da Violência)
Temas: Jovem-Adulto, Ficção, Distopia
Kate Harker precisa voltar para Veracidade e se unir ao sunai August Flynn para enfrentar um ser que se alimenta do caos.
Kate Harker não tem medo do escuro. Ela é uma caçadora de monstros — e muito boa nisso. August Flynn é um monstro que tinha medo de nunca se tornar humano, mas agora sabe que não pode escapar do seu destino. Como um sunai, ele tem uma missão — e vai cumprir seu papel, não importam as consequências.
Quase seis meses depois de Kate e August se conhecerem, a guerra entre monstros e humanos continua — e os monstros estão ganhando. Em Veracidade, August transformou-se no líder que nunca quis ser; em Prosperidade, Kate se tornou uma assassina de monstros implacável. Quando uma nova criatura surge — uma que força suas vítimas a cometer atos violentos —, Kate precisa voltar para sua antiga casa, e lá encontra um cenário pior do que esperava. Agora, ela vai ter de encarar um monstro que acreditava estar morto, um garoto que costumava conhecer muito bem, e o demônio que vive dentro de si mesma.
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Kate Harker saiu correndo.”

RESENHA<<<
Ainda não sei se cheguei ao fim desse dueto ou se teremos mais um livro. Dei uma procurada no Goodreads quando terminei, mas nenhuma resposta. Mas se esse for o final, uau, foi um final bem tenso, intenso e completamente diferente do que estamos acostumados.

Antes de saber dos venenos deste livro, acessa para conhecer o anterior:

Na sequência, encontramos os personagens após uns 6 meses do livro anterior, cada um tentando seguir com a sua vida, mas falhando miseravelmente, afinal, os monstros são mais do que reais e eles são fáceis de criar, mas são difíceis de matar. Principalmente, porque os monstros também querem uma certa vingança.

Kate e August estão mudados, mas ao mesmo tempo sabem de suas responsabilidades. A autora encarou milhares de opções e fez com que estes dois personagens fossem mais interessantes e intensos do que no livro anterior.

Talvez a gente sinta um ‘baque’ na leitura deste livro, porque no anterior tem uma história mais linear; ir à escola, descobrir o que está acontecendo, entender os inimigos...coisas assim. Já neste segundo, tudo isso some e o que fica mesmo é a parte de lutar e da autodescoberta. Não achei ruim, só foi uma guinada que não esperava quando comecei a ler.

Os outros personagens ganham mais destaques e o mundo criado pela autora antes se amplia, isso foi algo que curti, as explicações de como são criados os monstros estava meio bagunçada na minha cabeça e aqui ela tenta se aprofundar mais, além de colocar mais informações.

Como disse no início, não sei se será o final, porque se for, olha, foi dramático, aconteceram coisas que não esperava que fossem acontecer, ou seja, a autora não é muito dada aos finais felizes e perfeitos, então esteja preparado!!

Share:

3 comentários

  1. Oi, Andy.
    Pelo visto andamos escolhendo os mesmos livros da Companhia das Letras. Esse é mais um dos que está na minha estante aguardando ser lido!! Adorei o primeiro livro e estou curiosa para ler essa continuação! Bom saber que o final não é lá muito feliz! Rs...
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  2. Vi em vários lugares q sera realmente uma duologia, mas nunca se sabe né ??? kkkkkkk
    Eu ando bem atrasada com os livros q pretendo ler, e essa duo com certeza é uma delas, tenho muuuuuta vontade de ler, mas qndo iso ira acontecer nao faço idea. Nunca li nada da autora, mas pra falar a verdade, tenho vontade de ler esses dela, a outra serie fico meia sem saber, enfim, provavelmente irei gostar muito deles.

    Bjss

    ResponderExcluir
  3. O tipo de livro q nos confunde ao descobrirmos q não é o q esperavamos kkkkk
    Olha, pra variar eu nao li o primeiro e nem sei qndo poderei ter pra ler, mas sei q vou gostar, principalmente se eu realmente nao conseguir prever o fim e ficar feliz com ele. Confesso q li resenhas do primeiro mas como vivo esquecendo com esse nao foi diferente kkkkkk Acredito q ela deixe so como dueto mesmo, as vezes é ate melhor fechar nessa intensidade do q ficar meio solto um próximo kkkkk

    Bjss

    ResponderExcluir