QUICKS || Resumão 2017


Era para este post sair pelo menos uns 2 meses atrás, mas a vida louca de estudos e atrasos nas resenhas não me deixou analisar com calma como esta coluna merece, então, eis que no mês 4, temos o nosso Resumão, onde dá para revisitar as resenhas e rever os títulos que passaram pelo Mon Petit Poison e ver o que foi bom, ruim e o que devemos deixar para lá.


Entra ano, sai ano e a gente sabe que sempre tem livros que a gente espera demais e eles não são nada daquilo ou temos livros que ninguém dá nada e são uma ótima leitura. Em 2017 eu fiz uma grande mudança e li bem menos do que gostaria, mas foi bom esse momento slow para atacar com força e abrir a mente para coisas novas.

Para conhecer as resenhas dos livros citados, basta clicar nos nomes dos mesmos.

***


Mantive o número do ano passado, apenas 2 abandonos este ano, estou evitando as furadas, mas as vezes sempre passa um ou outro que a história não nos agrada. Afinal, se o livro já está chato nas primeiras páginas, porque vou ficar me matando por 300 (ou mais) páginas e dizer que não curti/odiei?

Em 2017, só abandonei:  A MAGIA DA RAPOSA e O FEITICEIRO DE TERRAMAR.
Fiquei triste de abandonar o primeiro, porque era uma pegada que tinha curtido em um outro livro, mas aqui simplesmente não rolou. Já o segundo, fiquei chocada porque ter achado chato, já que fantasia é um gênero que curto bastante. Mas, o livro estava cheio de detalhes e um jeito de narrar que não me prendeu.

***
Esta classificação significa que não foi abandonado, mas quase. Geralmente trazem histórias fracas, repetitivas, os legalzinhos, os que chegamos ao final porque somos brasileiros e não desistimos nunca.

Em 2017 tivemos 14 livros nessa categoria, e a grande maioria foi aventura/ fantasia/ sobrenatural – que é algo que curto bastante, mas o tal ‘crtl c + ctrl v’ anda afiado e as histórias andam repetidas demais...

Dos 14 posts da categoria, vou destacar:
Vou colocar este livro na categoria continuação de série, geralmente o primeiro é bombástico, mas à medida que a série evolui, ou o autor perde o gás ou a série perde o gás e aí fica chatinha, repetitiva e as vezes meio sem pé nem cabeça, isso aconteceu com algumas continuações, mas esta é uma série que curto bastante e ver o livro cair me deu dó no coração.

Já com o segundo e terceiro, foi uma tentativa de apostar em outras coisas; ‘Amanhã’ era para ser uma comédia, mas é bem bizarrinho e muito sem noção em muitas coisas, quase não consegui rir e ‘Queda’, até teve uma ideia interessante, mas gzuis, a história não evoluía, não andava, foi difícil ler e a vontade de desistir foi grande.

E o último foi talvez a maior decepção, falaram tanto e tão bem do livro, que quando li achei que não estava lendo a mesma coisa que as pessoas comentavam, esperava muito, muito mais. Confesso que estou meio assim em continuar a ler essa série.

***


A grande maioria das leituras, não é ruim, mas poderiam ser melhores.
Geralmente em grandes séries a gente sempre sabe que metade dos livros terão essa classificação, a coisa fica repetitiva e não há mais aquela empolgação. Eu não descarto de cara, mas vou vendo como as coisas evoluem (no caso de séries de livros/tv).

Foram 37 itens classificados assim. Tivemos 1 série e 29 livros.

Criei uma certa expectativa para ‘Caraval’ que não foi atingida, o livro tem uma boa pegada e até tem uma vibe meio mistério e um não-sei-bem-o-quê, mas queria mais. Como é uma série (óbvio), torço para que o próximo supere e venha com a ideia que imaginei quando li a sinopse.

Vou colocar a série ‘AMORES IMPROVÁVEIS’ como um todo, porque foi um New Adult leve e sem pretensão, talvez por isso tenha lido a série toda praticamente seguida (e a editora publicar em sequência também ajudou). Não sou muito fã de séries que vão mudando o casal protagonista, mas essa passou batido e teve alguns livros mais divertidos que os outros.

‘Poção Secreta’ misturou aventura e sobrenatural com suas poções e aquela pegadinha ’39 Pistas’. Foi uma delicinha e vale a leitura, mas sem se preocupar em ser O livro ou algo cabeça, Já ‘Lock & Mori’ prometia algo mais dark/denso, com pistas e coisas investigativas, mas caiu um pouco no clichê. Quero ler a sequência, mas não estou morrendo por ele.

E para terminar essa parte, no geral, muitos livros de sobrenatural ficaram no meio termo, o grande problema é que tem muito mais do mesmo e aí a gente sempre fica com a sensação déjà vu e acha que tem um ‘copia e cola’ na história (as vezes tem coisas muito semelhante), mas as vezes é só a ideia geral que já passou muitas vezes...

***
A coisa começa a esquentar e a melhorar, alguns a gente torce para que ele melhore e fica com aquela sensação de livro bom e que todo mundo precisa ler...rs

Tivemos 34 itens na categoria. Sendo 1 filme e 33 livros.

Em 2017 tentei dar chance para coisas diferentes para sair do mais do mesmo e tive boas recompensas, uma delas foi o suspense ‘Quem Era Ela’, uma ótima história que nos faz pensar sobre a verdade das coisas (costumo brincar que a história tem 3 lados – da pessoa A, da B e a verdade), foi uma leitura intensa e interessante, adorei e recomendo.
‘Amor & Gelato’, ‘Geekerela’ e ‘Dumplin’’ eu vou colocar na mesma categoria que é o de boas histórias, leves, simples, mas que passa algum conteúdo bacana e as vezes isso é tudo que a gente precisa quando está meio para baixo ou achando que a nossa vida não vai dar certo. O primeiro livro fala de férias e revelações de família e como aproveitar as partes boas, o segundo, fala um pouco de ser fã e essa nossa relação com o que amamos e é legal conhecer outras pessoas que também curtem e o terceiro é uma mistura dos 2, tipo acredita em você e brilha.

‘Bone Season’ foi uma das poucas séries que li em seguida e pude aproveitar muito mais, estava tudo fresco e a história é boa, meio doida, mais interessante. Realmente ler em sequência faz diferença (muita). Já com ‘Crueldade’ achei uma ousadia o autor escrever coisas intensas e nos levar a pensar até que ponto vamos para fazer algo, mesmo que esse algo possa nos transformar em algo ‘ruim’.


Adoro começar uma série nova e terminar o livro com empolgação para o próximo e assim foi com ‘O Beijo Traiçoeiro’, adorei as reviravoltas, as partes ‘bobas’ e a protagonista girl power. Doida para ler a continuação.

E termino com ‘Jogo de Espelhos’ que não dei nada por ele, mas gostei do que li e percebi que a autora soube falar com o público adolescente e trazer coisas positivas e alertas para os mesmos (e o melhor que é livro único).


***
O crème de la crème, eis que os melhores do ano. É tão difícil de ler/ver algo bom que quando a gente pega outros livros fica se perguntando por que todos não podem ser assim.

Da minha parte não teve nenhum letal, o único que teve, foi a Eme que apontou, mas quem sabe para 2018 as coisas não melhorem...

Quem teve a nota máxima foi: A GAROTA PERFEITA

Essa série do RESUMÃO começou em 2013 e hoje já está no terceiro ano, onde faço um apanhado – dos melhores e piores de cada ano. Torço para que em 2018 tudo seja letal. Para conhecer todos os livros de cada categoria, basta clicar no nome da mesma e irá abrir os livros, filmes e séries que foram postados ao longo do ano em cada uma delas, este post é só o destaque, mas teve muitos venenos que rolaram em 2017 aqui no Poison.


Resumão 2013        ||        Resumão 2014        ||        Resumão 2015       ||        Resumão 2016


Share:

1 comentários

  1. Oi, Andy.
    Adorei curtir esse resumão!!
    É sempre gostoso relembrar das leituras feitas no ano!!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir