BOOKS || As Crônicas de Marte (Diversos Autores)

Autor: James S. A. Corey, Michael Moorcock, Mike Resnick, Ian McDonald, S. M. Stirling, Mary Rosenblum - George R. R. Martin, Gardner Dozois (organizadores)
Tradutor: Fábio Fernandes
Editora: Arqueiro
Série: Sim, livro 1 (série Old) 
Temas: Fantasia, Contos, Ficção Científica
Uma princesa de Marte e As crônicas marcianas, dos mestres Edgar Rice Burroughs e Ray Bradbury, foram clássicos que influenciaram a imaginação de milhões de leitores e mostraram que aventuras espaciais não precisavam se passar numa galáxia distante, a anos-luz da Terra, para serem emocionantes. Elas poderiam ser travadas logo ali, no planeta vizinho.
Antes mesmo do programa Mariner e da corrida espacial, a imaginação povoava nosso sistema solar com seres estranhos e civilizações ancestrais, nem sempre dispostos a fazer contato amigável com a Terra. E nesse período, de todos os planetas que orbitavam o nosso Sol, nenhum tinha uma aura de maior romantismo, mistério e aventura do que Marte.
Com contos escolhidos e editados por George R. R. Martin e Gardner Dozois, As crônicas de Marte retoma esse sentimento ao celebrar a Era de Ouro da ficção científica, um período recheado de histórias sobre colonizações interplanetárias e conflitos antigos.
Para essa missão, autores consagrados como Michael Moorcock, Mike Resnick, Joe R. Lansdale, S. M. Stirling, Mary Rosenblum, Ian McDonald, Liz Williams e James S. A. Corey foram convidados a regressar ao misterioso planeta vermelho, aqui representado como um destino exótico, com canais ancestrais, desertos, cidades em ruínas, civilizações impressionantes... e, é lógico, perigos inimagináveis.
Enfim, o bom e velho Marte está de volta
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Era uma vez um planeta chamado Marte.”

RESENHA<<<
"As crônicas de Marte" é um livro composto por quinze contos falando do planeta vermelho, escritos por quinze autores diferentes. Apesar da temática do livro ser Marte, a criatividade flui muito bem nas histórias, pois o planeta é representado de quinze maneiras diferentes.

Temos histórias com piratas, com guias turísticos, viagem no tempo, com nômades do deserto, colonizadores, arqueólogos e até mesmo maestros. Cada história traz personagens bem construídos e um enredo bem escrito. Alguns dos meus contos favoritos foram:

Sangue Marciano, de Allen M. Steele - A história é narrada em primeira pessoa e tem como protagonista Jim Ramsey, um guia turístico contratado por um cientista para localizar alguns aborígenes em suas colônias para conseguir uma amostra de sangue, com o objetivo de provar sua teoria. Jim se depara com um dilema moral enorme e sua decisão pode salvar Marte, mas mudar completamente sua vida.

Allen M. Steele escreveu um conto que discute a moral e abre os debates sobre a ciência e suas descobertas e se o impacto que causa em uma sociedade vale a pena.

O acidente do Mars Adventure, de David D. Levine é uma história fantástica de piratas que se passa inicialmente em Londres. William Kidd se vê diante de uma escolha: ir para a forca ou viajar de dirigível para Marte? Acompanhando o fisiólogo John Sexton, esse pirata irá conhecer Marte e fazer descobertas inéditas. O conto tem um ar steampunk e as inovações tecnológicas se destacam bastante na história.

A ária da rainha da noite de Ian McDonald - A história é narrada em primeira pessoa pelo Faisal, acompanhante do maestro Conde Jack Fitzgerald, um conde dramático e falido. O agente do conde, Ferid Bay consegue uma excursão de cinco noites, com festas para o exército em zona de Guerra. Sem muitas opções, o Conde e Faisal aceitam realizar a excursão, mas o destino tem outros planos. Esse é o último conto do livro. Fitzgerald é um personagem caricatura, com mania de grandeza e cheio de trejeitos hilários. O coitado do Faisal é obrigado a aguentar a “magnitude” do maestro, que é tão sem noção que acaba colocando os dois em situações indescritíveis.

Share:

2 comentários

  1. Oi, Karini.
    Estou doida para ler esse livro!!!
    Adoro livros de contos assim!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem ia ler, mas a Ka leu e curtiu, já coloquei na minha listinha...rs

      Excluir