BOOKS || A Última Profecia (Bianca Briones)

Autor: Bianca Briones
Tradutor: ---
Editora: Bertrand Brasil
Série: Sim, livro 1 (série Sonhos de Avalon) 
Temas: Fantasia, Aventura, Magia, Lit. Nacional
O mito do Rei Arthur recontado de maneira totalmente original e com protagonistas jovens femininas. Quem nunca sonhou em viver na Idade Média com Arthur e os cavaleiros da Távola Redonda? E se todas as versões já retratadas fossem uma tentativa de Merlin, poderoso feiticeiro do rei, de mudar o destino? O primeiro volume de Sonhos de Avalon traz a história de Melissa, uma jovem do século XXI, predestinada a voltar à Idade Média para se casar com Arthur e salvar a Britânia e a magia. Porém, quando sentimentos são envolvidos os resultados podem ser imprevisíveis. Dividida entre a responsabilidade que lhe foi dada e a voz de seu coração, Melissa terá que tomar uma decisão que mudará sua vida e a de todos que a cercam.
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“A respiração queimava os pulmões de Morgana, que caiu de joelhos com as mãos espalmadas no chão.”

RESENHA<<<
Conheço a Bianca tem algum tempo e essa foi uma das primeiras histórias que ela estava escrevendo, já que o universo relacionado à Arthur e sua corte sempre a encantou e hoje depois de algum tempo, ver o trabalho pronto, me deixou feliz em acompanhar sua evolução como escritora.

Em ‘A Última Profecia’ temos a sempre intrigante corte do Rei Arthur, ao mesmo tempo que alguns personagens se passam no nosso tempo e aos poucos entendemos como essa ligação pode ser possível (ou não).

Contada sob o ponto de vista de Morgana e Melissa, acompanhamos essa duas heroínas e seus momentos, Morgana na corte de seu irmão como uma futura feiticeira e talvez uma das mais importantes (para o bem ou para o mal) e tudo que envolve a antiga religião e a sua vida toda traçada por profecias, política e homens.

E Melissa que de repente se depara neste mundo que ela gosta de ler e ter conhecimento sobre – o período do Rei Arthur – e toda a relação entre o seu passado, futuro e o motivo dela estar ali, como poderia ter voltado no tempo? Porque em alguns momentos tudo parece ser tão familiar? E quem poderia estar por trás de tudo?

A leitura é dinâmica, a troca de personagens faz com que a gente queira saber sempre mais de cada uma das partes, principalmente porque as duas nunca estão no mesmo tempo/lugar. E fica aquela sensação ‘o que eu faria se acordasse em um tempo diferente do meu?’.

As conspirações e reviravoltas com certeza são o ponto alto, não apenas por esse ser o fio condutor da história, mas também porque acaba sendo o responsável pelas coisas acontecerem, mesmo que não seja exatamente da maneira planejada.


Espero que o próximo livro continue com a mesma intensidade e dinamismo que teve nesse.

Share:

2 comentários

  1. Oi, Andy.
    Adoro a Bianca e ainda tenho que ler alguns livros dela que tenho na estante, mas já estou de olho nessa série!
    Vou ver se compro na Bienal do Livro desse ano aqui em São Paulo e quem sabe descolo um autógrafo!! Rs...
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir