BOOKS || Enraizados (Naomi Novik)

Autor: Naomi Novik
Tradutor: Claudia Mello Belhassof
Editora: Rocco
Série: Não
Temas: Fantasia, Sobrenatural, Dragões, Reinos, Jovem-Adulto
Autora da aclamada série Temeraire, bestseller do The New York Times, Naomi Novik introduz um mundo novo e ousado, com raízes fincadas no folclore eslavo, em Enraizados, indicado ao Hugo e vencedor do Nebula, entre outros prêmios literários. Na trama, Agnieszka e Kasia são melhores amigas e levam uma vida tranquila no vale. Mas essa tranquilidade cobra seu preço. Afinal, às margens do vilarejo onde moram fica a temida Floresta corrompida, cheia de um poder maligno desconhecido, e para impedir que ele avance para além das fronteiras da Floresta, o povo do vale conta somente com a proteção de um mago frio e ambicioso, que a cada dez anos exige que uma jovem do vilarejo seja entregue para servi-lo. Enquanto a próxima escolha se aproxima, Agnieska teme por sua bela, graciosa e corajosa amiga. Mas pode ser que ela esteja errada. Porque, quando o Dragão chegar, não é Kasia que ele vai escolher. 
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Nosso dragão não come as meninas que captura, não importam as histórias que contem fora do vale.”

RESENHA<<<
Este livro foi um enigma para mim. Sua sinopse me chamou atenção, porém, não sabia ao certo do que se tratava – um conto de fadas? Algum tipo de mitologia diferente das já batidas por aqui? Mas ao mesmo tempo que li algo como ‘cativante e encantador quanto uma fábula dos irmãos Grimm’ fiquei me perguntando, teria uma pitada de terror ou seria voltada ao clássico?

A história teve alguns altos e baixos para mim, logo no início enquanto falava de pequena vila e do temor de ser escolhida pelo dragão (e aqui fiquei me perguntando como o mesmo seria), a narrativa me empolgou e traz detalhes da vida da pequena vila e de seus habitantes, como eles vivem à margem da floresta, o lance de magia e como se sentem com este pagar tributos a cada 10 anos.

Mas depois da escolha, o desenrolar cai bastante e se tornou bem repetitivo, um tanto cansativo em algumas partes. Fora que a protagonista, que não sabia nada, de repente é a super estrela de algo que ninguém imaginou. Achei um pouco forçado, ela poderia ter mostrado aos poucos seus talentos e ir evoluindo, foi meio rápido.

Em contrapartida, se a protagonista é top, a explicação da magia e como ela funciona e como os magos adquirem conhecimentos ficou a desejar, era um mundo interessante a ser explorado, porém a autora se esquivou disso, já que sua personagem não tinha tempo para aprender, a autora não explicou ou fez alguma introdução no assunto.

Há um bom número de personagens na história, a autora soube manter a linha neste ponto, não mostrar todos ao mesmo tempo e não conseguir falar deles ou deixar a desejar. Num primeiro momento ela foca na aldeia, depois na relação protagonista/dragão e após surgem alguns outros momentos, onde a presença de outros personagens se fazem importante.


Porém, a coisa demorou muito para acontecer, muitos momentos tensos e desdobramentos que poderiam ter sido comentados aos poucos foram deixados para o fim, com isso, a história se torna muitas vezes cansativa, mesmo com um bom enredo e um toque diferente.

Share:

0 comentários