BOOKS || As Cores do Amor (Camila Moreira)

Autor: Camila Moreira
Tradutor:
Editora: Paralela
Série: Não
Temas: Lit. Brasileira, Romance, Relacionamento
O que define uma pessoa? O dinheiro? O sobrenome? A cor da pele? Filho único de um barão da soja, Henrique Montolvani foi criado para assumir o lugar do pai e se tornar um dos homens mais poderosos da região. No entanto, o jovem se tornou um cafajeste aos olhos das mulheres, um cara egocêntrico segundo os amigos e um projeto que deu errado na concepção do pai. Quando o destino coloca Sílvia em seu caminho, uma jovem decidida e cheia de personalidade, Henrique reavaliará todas as suas escolhas. O amor que ele sente por Sílvia o fará enfrentar o pai e transformará sua vida de uma maneira que ele nunca pensou que fosse possível. Um sentimento capaz de provar que nada pode definir uma pessoa, a não ser o que ela traz no coração.
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Papai, Papai!”

RESENHA<<<
“As Cores do Amor” se passa no mesmo universo de “8 segundos”: uma cidadezinha do interior brasileiro, onde um grupo de jovens está dando seus passos rumo ao amadurecimento e conhecendo o amor.

Os protagonistas desse livro são Henrique e Sílvia. Henrique é filho do Sr. Enzo Montolvani, conhecido como um dos coronéis da região. Enzo é um homem determinado a manter o legado da família: a próspera fazenda, mesmo que para isso precise controlar as escolhas de seu único filho. E é isso que Enzo faz desde que Henrique era criança.

Por conta da ambição do pai, Henrique cresce como uma pessoa que não se sente amada e que não sente que a fazenda é um bom ambiente familiar. A sua mãe, com o passar do tempo, foi perdendo o sorriso e o viço e deixou de ser a mulher amorosa e brincalhona para se tornar apenas uma sombra. Enzo deixou claro diariamente o quanto o filho era fraco e demonstrou seu caráter preconceituoso ao filho desde que Henrique era pequeno. Para Enzo, a família Montolvani não deve misturar-se com pessoas de cor.

No presente, temos Sílvia, amiga de Pietra como madrinha do casamento entre Lucas e Pietra. Durante a festa, ela conhece Henrique e se sente atraída por ele. A atração é recíproca, e Henrique faz de tudo para conhecer aquela morena linda.

Pietra faz questão de que a amiga venha trabalhar no Centro de Reabilitação que ela está construindo, pois sabe o quanto Sílvia é uma excelente profissional. Com a possibilidade de morarem na mesma cidade, Sílvia e Henrique começam um relacionamento, mas terão que passar por vários obstáculos para conseguir o seu final feliz.

A premissa do livro é muito boa, mas faltou um pouco de desenvolvimento e aprofundamento na caracterização dos personagens. Henrique já é um adulto, mas está tão amarrado nas vontades do pai que seus protestos são vazios e insignificantes. As desculpas dadas por ele em algumas situações são simplesmente fracas.

Sílvia é uma personagem batalhadora e cheia de carisma. De origem simples, ela sabe o que é lutar por tudo o que tem, mas em determinado momento começa apenas a lamentar sobre a discriminação racial. Tudo estava indo bem e de repente ela é discriminada na faculdade, no trabalho e no relacionamento. Uma situação atrás da outra, como se fosse apenas para reforçar a abordagem do tema. 





Share:

0 comentários