SERIES || Midnight, Texas

Hoje temos série nova na área! Confesso que ando tão enrolada para acompanhar séries, que praticamente estou vendo depois que a temporada acaba, assim, além de conseguir ver quase tudo seguido (tento ver um capítulo por dia ou qualquer coisa do tipo), parece ser mais fácil de acompanhar e apreciar melhor a história.

Para saber mais:
Midnight é uma cidade remota no meio do Texas que serve de abrigo para diversos tipos de desajustados, de assassinos de aluguel a vampiros, passando por médiuns, lobisomens e vampiros. Os cidadãos encontram uns nos outros a aceitação que o resto do mundo sempre lhes recusou quando as ameaças externas á cidade os levam a se unir cada vez mais. (fonte: AdoroCinema)

Personagens Principais:
François Arnaud >>> Manfred Bernardo
Dylan Bruce >>> Bobo Winthrop
Parisa Fitz-Henley
Arielle Kebbel >>> Olivia Charity
Jason Lewis >>> Joe Strong
Peter Mensah >>> Lemuel “Lem” Bridger
Sarah Ramos >>> Creek Lovell
Yul Vazquez >>> Reverendo Emilio Sheehan

Trailler da Série:

RESENHA<<<
Conta o fato de que ultimamente a maioria das séries tem passado de 24 episódios para algo entre 10 a 13 episódios (o que eu particularmente acho mil vezes melhor). Acredito que diminuir a quantidade de episódios acrescenta duas coisas positivas: 1 – a história fica mais condensada e com menos enrolação e 2 – a gente se sente menos propenso a largar algo que só dura 10 episódios.

A série ‘Midnight, Texas’ é mais uma série baseada em livros, da mesma autora de ‘True Blood’ – Charlaine Harris. Mas, já faço um parágrafo aqui e digo que são coisas totalmente diferente e talvez se você amou muito ‘True Blood’, pode achar ‘Midnight’ um pouquinho fraca. A única coisa igual nas duas, além de ter ser da mesma autora, é o fato de possuir criaturas sobrenaturais e estar numa cidadezinha do interior dos EUA, nesse caso, no Texas.

Aliás, como tudo parece acontecer no Texas, não. A maioria das séries ligadas aos vampiros e seres sobrenaturais acontecem nesse estado, o que será que ele tem de tão especial para praticamente tudo acontecer por lá?

Iremos acompanhar um protagonista masculino – Manfred Bernardo, um ‘espertalhão’ que possui a capacidade de falar com os mortos, entre eles a sua avó e após diversos problemas envolvendo dinheiro e outras coisas que só vamos descobrir ao longo da série, é aconselhado pela avó a ir para Midnight, lá seria um refúgio, onde pessoas especiais podem viver tranquilamente.

Logo na chegada de Manfred acontece um assassinato e é daí que a trama de fato irá girar, quem matou Aubrey? E aos poucos vamos conhecendo os moradores da cidade e seus poderes e quem eles são e porque estão em Midnight.

Não farei comparação com ‘True Blood’, mas as duas séries são completamente diferentes, não sei se nos livros a história é mais interessante, mas vale lembrar que esta série se passa em um canal aberto, diferente de passar na HBO como acontecia com a anterior, logo sabemos que muitas coisas podem ter sido cortadas/reduzidas para o público do canal.

De modo geral, a série não é ruim, mas peca em algumas coisas. Tem muita enrolação nos primeiros capítulos e falta uma melhor costura entre cenas e desenvolvimento de personagens. Apesar de ter um bom material, ainda não mostrou ao que veio e se ela terá algum futuro para a próxima temporada (sim, são 10 episódios e a temporada já acabou).


Um ponto positivo foi termos um protagonista masculino, geralmente sempre temos meninas/mulheres que se descobrem no centro de tudo, mas aqui irei destacar a personagem Olívia, super fodona e é daquelas que topa qualquer parada. Ainda não sabemos se ela é humana ou não, mas tem a vibe de matadora de aluguel e pela proposta da série, ela seria fangbanger (humanos que curtem fazer sexo com vampiros). De todos os personagens apresentados, ela para mim, foi a mais interessante e que possui um maior mistério envolvido.

Share:

1 comentários

  1. Oi, Andy.
    Essa série parece ser interessante, mesmo sendo mais fraquinha!
    Não sou muito de acompanhar séries de TV, mas recentemente comecei a ver Lucifer e estou achando bem bacana!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir