BOOKS || Geekerela (Ashley Poston)

Autor: Ashley Poston
Tradutor: Rayssa Galvão
Editora: Intrínseca
Série: Não
Temas: Jovem-Adulto, Geek, Romance, Comportamento
Um divertido romance que traz a clássica história de Cinderela para os dias de hoje.
Quando Elle Wittimer, nerd de carteirinha, descobre que sua série favorita vai ganhar uma refilmagem hollywoodiana, ela fica dividida. Antes de seu pai morrer, ele transmitiu à filha sua paixão pelo clássico de ficção científica, e agora ela não quer que suas lembranças sejam arruinadas por astros pop e fãs que nunca tinham ouvido falar da série. Mas a produção do filme anunciou um concurso de cosplay numa famosa convenção valendo um convite para um baile com o ator principal, e Elle não consegue resistir. Na Abóbora Mágica, o food truck vegano onde trabalha, ela encontra a ajuda de uma amiga cheia de talentos para moda que vai criar o traje perfeito para a ocasião. Afinal, o concurso é a chance de Elle se livrar das tarefas domésticas impostas pela terrível madrasta e das irmãs postiças malvadas.
Já Darien Freeman, o astro adolescente escalado para ser o protagonista do filme, não está nada ansioso para o evento, embora o papel seja seu grande sonho. Visto como só mais um rostinho bonito, o próprio Darien também está começando a achar que se tornou uma farsa. Até que, no baile, ele conhece uma menina que vai provar o contrário.
Esta releitura de Cinderela transporta para o universo nerd os principais elementos do clássico conto de fadas, fazendo uma verdadeira homenagem a todos aqueles que sabem o que é ser fã e se dedicar de coração àquilo que amam. 
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“A pessimadrasta ataca novamente.”

RESENHA<<<
Um livro divertido e engraçado, com mistura de sentimentos e momentos. E o melhor, com uma pitada de fãs de seriados somado a como não deixar isso morrer. Assim é o enredo de ‘Geekrela’, um livro leve, descontraído e o melhor, livro único.

A única parte que achei bem chatinha foi o link entre o conto ‘Cinderela’ com a vida da nossa protagonista. Madrasta com duas filhas que vive de aparência e a outra não faz nada. Essas partes eram bem chatinhas e eram mais do mesmo. Pareciam duas pessoas diferentes – uma na hora que lidava com a família e outra quando ela a ‘geek’. Mas para nossa alegria, essas partes são pontuais e ninguém vai ficar muito entediado.

Já na parte Geek, o autor soube explorar esse mundo sem transformar os personagens em bobos ou infantis. A história se passa devido a um remake de uma franquia muito antiga e famosa, onde um novo ator fará o protagonista, só que ele é do estilo galãzinho e lógico que os fãs antigos já estão revoltados, mas a maluquetes fãs dele estão a mil. Esse encontro do novo com o antigo gera bons momentos e vale ver as perspectivas.

O livro é narrado ora pela geek, ora pelo ator e aos poucos vamos conhecendo cada um deles, como ela se sente em ter um remake com um garoto que se bobear nem entende o que os fãs antigos veem no seriado, mas ao mesmo tempo a gente percebe que como fãs, a gente fica agarrado em alguma coisa e talvez não esteja apto a novas modificações.

A protagonista tem um blog (como não nesse mundo das redes sociais?!) e nele ela destila seu veneno sobre os passos do filme e seu atores, mostrando toda sua ira e questionamento. Mesmo por um lado, sendo engraçado ela escrever com tanta paixão sobre o que gosta, quando ele lê se sente mal e em dúvida se é capaz ou não de aguentar ser o personagem. Tem aquela pegada do ‘o que escrevemos nas redes sociais apenas nos afeta? Será que a gente se torna invencível porque ‘ninguém’ nos conhece?’.

Já nosso ator se mostra bem diferente do que a mídia quer pintar dele, claro que a gente sabe que ninguém consegue sorrir e ser feliz 100% do tempo, mas achei legal como o ator foi mostrado, afinal, ele é alguém jovem e tenta não deixar a fama subir à cabeça, ele quer aproveitar o status, mas isso não faz dele uma pessoa ruim ou alguém esnobe. E porque não, um fã também?

A narrativa flui bastante e tem ótimos momentos, é divertido e a história te envolve. Acredito que essa mistura de fandom, fãs, seriados, remakes é um tema atual e acredito que quase todo mundo pode se encaixar em alguma situação. Afinal, quem nunca ficou revoltado quando um livro querido virou filme e foi uma meleca? Ou fizeram um remake de um clássico com uma galera nada a ver? Ou misturaram tudo e fico medonho?


Mas é claro que o que vale é ter uma galera para falar sobre tudo isso e saber que em algum cantinho do mundo, seja dentro dos livros, nas feiras, nas convenções ou mesmo naquela roda de amigos, tem uma galera bacana para trocar informações e detalhes sobre algo que curtimos e não nos sentirmos sozinhos.

Share:

1 comentários

  1. Fiquei completamente chocada com sua resenha, não imaginava que você gostar tanto desta trama, já que me pareceu que se divertiu bastante, e em vários momento se identificou. Acredito que nos fans sabemos como e uma adaptação mal sucedida, e já quero saber como será desenvolvido isto na trama, e como se dará a conexão com a releitura de Cinderela. Admito que estou com receio de não gostar, mas pela sua resenha irei me divertir e muito.

    Participe do TOP COMENTARISTA de AGOSTO, para participar e concorrer Ao livro "Dois Mundos", o primeiro da série "Tesouros da Tribo de Dana" da escritora Simone O. Marques, publicado numa edição linda pela Butterfly Editora.
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir