MOVIES || Piratas do Caribe: A Maldição de Salazar

Título no Brasil: Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar                                                                            
Título Original: Pirates of the Caribbean: Dead Men Tell No Tales
País de Origem:  EUA
Gênero: Aventura, Fantasia, Ação
Duração: 129mim
Estreia no Brasil: 25/maio/2017
Direção:  Joachin Ronning, Espen Sandberg
Em Piratas do Caribe 5: A Vingança de Salazar, o Capitão Jack Sparrow se encontra com os ventos da má sorte soprando com mais força quando um grupo piratas fantasmas são liberados por um velho inimigo: Capitão Salazar, que depois de escapar do Triângulo do Diabo está determinado a matar todos os piratas do mar, principalmente Jack Sparrow. Sua única esperança de sobrevivência é a busca pelo lendário Tridente de Poseidon – um artefato poderoso que dá ao seu possuidor o controle dos sete mares.
Para encontrá-lo, ele tem que fazer uma aliança com a brilhante astrônoma Carina Smyth e o teimoso marujo Henry.

RESENHA <<<
Mais um filme da franquia ‘Piratas do Caribe’ chega as nossas telonas. Depois de uma espera de quase 6 anos, eis que o quinto filme da franquia aparece por aqui e como sempre com muitas críticas, recordes de bilheteria e todo mundo querendo ver.

Para mim, ‘Piratas do Caribe’ é um filme para se divertir, daqueles que você passa aquelas duas horas dentro do cinema rindo, se divertindo, vendo uns efeitos especiais mais ou menos e uma ou outra coisa de 3D. não é ‘O’ filme, mas vale o ingresso.

Outra coisa que percebi mais nesse filme; como todos eles são sempre no mesmo esquema – alguma mitologia, alguém precisa do Jack, navega-se até o misterioso local, brigas e um final feliz (ou tão feliz quanto possível). Neste quarto filme, continuamos nesse mesmo esquema, pode ter uma ou outra situação que foge um pouco, mas a ideia geral é essa.

Talvez o que sustente a franquia seja Johnny Depp como Sparrow, seu personagem inusitado, falastrão, cheio de truques e manias. Claro que há coisas em excesso e repetitiva, mas acho que no dia que Depp desistir de seu personagem, a franquia chega ao fim. Por outro lado, o casal principal neste filme não foi tão impactante quanto os dos filmes anteriores. Não sei se pela mitologia envolvida – meio fraca e óbvia, ou se eles eram sem graça mesmo.

Um ponto bacana foi ver algumas coisas sendo fechadas e a história de Salazar sendo contada, para mim, o ‘vilão’ foi quem mereceu o destaque. Apesar de uma certa simplicidade, sua história foi bem traçada. Gostei de ver algo ligado ao início da vida de Jack como capitão.


Dizem que este seria o último filme da franquia, porém, hoje em dia vejo que quanto mais dá dinheiro, mais teremos aquilo. Não sei se ele manterá a mesma cifra dos anteriores, e ao mesmo tempo me pergunto se há folego para mais. Como foram quase 6 anos entre o anterior e esse, podemos esperar algo do tipo e quem sabe não surja algo épico?!

Share:

1 comentários

  1. I felt in this movie, the elements of entertainment were quite abundant. Unlike in the 4th installment, I think this one is funnier, more thrilling and gave the sense of happiness at the end. This time,, the movie was not solely telling the story of Jack Sparrow. Instead the other characters, especially Henry and Carina were given quite a lot screen time. It was nice to see Jack Sparrow's charm and wit plus his insistence of helping other people.

    ResponderExcluir