POISON SERIES || Westworld

Em 29 novembro 2016
O ano chegando ao fim, mas as séries nunca param. A criatividade é algo intenso nesse mundo, bem como a interminável lista de séries ‘para ver’ ou ‘para ficar em dia’. E a desse mês, que já está quase no final da temporada, diga-se de passagem, foi uma das poucas que me manteve grudada e ansiosa por seus capítulos.

Toda vez que a HBO entra em cena não esperamos menos que produções grandiosas, boas e complexas histórias e algo que ficaremos ansiosos por praticamente um ano depois que o último episódio for ao ar, e com a sua nova queridinha – WESTWORLD não poderia ser diferente.

Para saber mais:
Westworld é um parque temático futurístico para adultos, dedicado à diversão dos ricos. Um espaço que reproduz o Velho Oeste, povoado por andróides – os anfitriões –, programados pelo diretor executivo do parque, o Dr. Robert Ford (Anthony Hopkins), para acreditarem que são humanos e vivem no mundo real. Lá, os clientes – ou novatos – podem fazer o que quiserem, sem obedecer a regras ou leis. No entanto, quando uma atualização no sistema das máquinas dá errado, os seus comportamentos começam a sugerir uma nova ameaça, à medida que a consciência artificial dá origem à "evolução do pecado". Entre os residentes do parque, está Dolores Abernathy (Evan Rachel Wood), programada para ser a típica garota da fazenda, que está prestes a descobrir que toda a sua existência não passa de bem arquitetada mentira. (fonte: AdoroCinema)

Personagens Principais:
Evan Rachel Wood >>> Dolores Abernathy
Thandie Newston >>> Maeve Milay
Jeffrey Wright >>> Bernard Lowe
Sidse Babett Knudsen >>> Theresa Cullen
Rodrigo Santoro >>> Hector Escaton
Ed Harris >>> Homem de Preto
Anthony Hopkins >>> Robert Ford
Jimmi Simpson >>> William

Trailler da Série:

RESENHA<<<
A galera que acompanha o blog sabe o quanto eu sofro para assistir à séries com mais de 20/30 minutos, e vale lembrar que as séries da HBO sempre tem perto (ou mais) de 1 hora e todo o domingo estou lá, firme e forte acompanhando as cenas e o desenrolar da história.

Westworld é algo complexo, intrigante e nos faz pensar bastante em cada episódio. Ainda não sei se ela existe num futuro mega distante, ou no nosso tempo e é uma ideia revolucionária. Alguns diriam que devido aos IAs ou os robôs/anfitriões que são quase humanos, se passaria no futuro, mas há alguns loops temporais e outros detalhes que me fazem pensar que Arnold e Ford são criadores de algo a frente de seu tempo.

A trama é complicada de acompanhar, mas não impossível e a cada novo episódio, as teorias eram tão doidas e interessantes quanto possíveis. O penúltimo episódio saiu no domingo (27/11/16), e os fãs foram à loucura, algumas revelações, que aconteceram nos episódios, 7/8 foram tão intensas que até eu fiquei sem chão...rs

Gostei e muito da série pois ela sai do lugar-comum que a gente anda acostumado, a trama te envolve e como você não consegue matar as coisas de cara, há algumas histórias em paralelo tão interessantes e intensas quanto ao que acontece na sede de Westworld que ficamos divididos.

A ideia do parque é algo bizarro, mas ao mesmo tempo mostra o lado mais primitivo do ser humano, se você pudesse ser quem você quiser e fazer qualquer coisas e isso não seria punido, afinal, estamos numa espécie de ‘realidade alternativa’ ou um ‘jogo’. O que faria? Como reagiria? Isso também é mostrado com os diversos personagens apresentados.

A série já foi renovada, mas só volta em 2018 (ninguém disse o mês ainda, mas lembro que já estamos praticamente as portas de 2017), então, um ano é uma média normal na HBO. E o último episódio passa na próxima semana (04/12/16), dá tempo de começar a maratona e ficar em dia e morrer pela espera.

Sinceramente, de todas as séries que comecei, parei e desisti de 2016, essa sem dúvida foi uma das melhores. Um bom roteiro, bons personagens, ideias intrigantes e consegue prender o telespectador.

>>> Já conhece as outras redes sociais do blog? Clique e seja bem-vindo <<<