POISON BOOKS || O Erro (Elle Kennedy)

Autor: Elle Kennedy
Tradutor: Juliana Romeiro
Editora: Paralela
Série: Sim, livro 2 (série Amores Improváveis)
Temas: New Adult, Relacionamento, Romance, Comportamento
SINOPSE: Logan parece viver uma vida de sonhos. Com um talento incrível para jogar hóquei e um charme inato para conquistar mulheres, ele é uma das maiores estrelas da universidade de Briar. Mas por trás do característico sorriso maroto, ele esconde duas grandes angústias – a primeira, estar apaixonado pela namorada de seu melhor amigo. A segunda, saber que sua vida, após a formatura, se tornará um beco sem saída.
Um dia, por acaso, ele conhece Grace, uma garota tão encantadora quanto intrigante. Tudo nela parece ser original e deliciosamente contraditório – tímida, mas ao mesmo tempo vibrante. Doce, mas ao mesmo tempo forte e confiante. A cada encontro, Logan se vê mais e mais envolvido. Mas um grande erro colocará o relacionamento desses dois jovens em risco. 
Agora, Logan terá que se esforçar para reconquistar Grace – nem que para isso ele precise amadurecer e encarar de frente as suas questões mais profundas e doloridas.

>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Estar afim da namorada do melhor amigo é uma merda.”

RESENHA<<<
Mais um livro da série ‘Amores Improváveis’, para saber do livro anterior, clique:

Essa é daquelas séries que não é serie, são livros que se passam no mesmo universo – escola, casa, escritório, família, mas cada livro fala de um personagem e os anteriores (ou posteriores) ficam em segundo plano, muitas vezes eles simplesmente não existem mais, em outras eles ainda interagem.

Eu sempre fico cismada com isso, mas, aqui estou eu, mais uma vez lendo uma série assim, apesar de ter um pé atrás. A vantagem é que se você decidir não ler ‘O Acordo’ e ler esse direto, vai entender tudo de bom, mas se você ler irá fazer comparações – mesmo a história sendo algo completamente diferente.

No anterior, o clima foi de diversão, algo meio nonsense, não era nada que a gente não conhecesse ou já tivesse lido em qualquer outro livro, mas o clima divertido, as situações bizarras e engraçadas, fizeram com que a leitura fluísse e para quem já viveu a época da faculdade se lembrasse de coisas boas.

Neste, o clima é mais pesado e tenso, os dois personagens principais tem muitas ressalvas e situações e com isso, mesmo nas situações divertidas, a coisa não foi tão legal assim, deu uma leve arrastada de leitura e as comparações com os diversos new-adults que existem apareceu e muito.

O ponto que levanto é que a autora em suas histórias mostra os caras menos machões (o tipo pegador geral), não que eles sejam santos, mas alguém mais normal, que tem momentos que estão focados em algo ou apaixonados ou não ligando para nada. Bem como, apesar de ainda ter alguns casos da comparação – menina que dá para geral é vagabunda e homem que faz a mesma coisa é garanhão, a autora em seus personagens tenta modificar um pouco isso e achei bem bacana, até porque muita gente nova lê e quase ouso dizer que esse pensamento repercute mais nas meninas do que nos rapazes (eu sei que alguns também pensam assim).

De forma geral, esperava mais, foi algo para cumprir tabela, um casal meio sem graça que desperdiçou boas oportunidades de ter uma história mais madura e interessante, talvez se a história tivesse começado por este e depois viesse ‘O Acordo’, não sentiria a queda, pelo contrário, diria que a história saiu de algo parado para algo com mais ação.

>>> Já conhece as outras redes sociais do blog? Clique e seja bem-vindo <<<

Share:

0 comentários