BOOKS || A Guardiã de Histórias (Victoria Schwab)

Autor: Victoria Schwab
Tradutor: Daniel Estill
Editora: Bertrand
Série: Sim, livro 1 (série O Arquivo)
Temas: Jovem-Adulto, Sobrenatural, Outros
Imagine um lugar onde, como livros, os mortos repousam em prateleiras. Cada corpo tem uma história para contar, uma vida disposta em imagens que apenas os Bibliotecários podem ler. Aqui, os mortos são chamados de Histórias, e o vasto domínio em que eles descansam é o Arquivo. Mackenzie Bishop é uma implacável Guardiã, cuja tarefa é impedir Histórias geralmente violentas de acordar e fugir do Arquivo. Naqueles domínios, os mortos jamais devem ser perturbados, mas alguém parece estar, deliberadamente, alterando Histórias e apagando seus trechos essenciais. A menos que Mac consiga juntar as peças restantes, o próprio Arquivo sofrerá as consequências.
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Os Estreitos me fazem lembrar das noites de agosto no Sul.”

RESENHA<<<
Sempre fico atraída por livros com nomes ‘Guardiões’, sempre acho que serão boas histórias, algumas vezes eu dou muita sorte, em outras nem tanto, mas aqui, a autora escreveu uma teoria interessante e acredito que a evolução da série vai acontecer e a história será ainda mais promissora.

Um ponto forte que a autora tocou foi sobre ser guardiã/o dos mortos, não de seus corpos físicos, mas sim, de suas memórias e como isso afeta a relação tênue entre as duas realidades. A protagonista passa por algumas situações complicadas durante a narrativa e suas ações e respostas condizem com o momento emocional. É difícil perder um ente querido e poder vê-lo, senti-lo ou estar com ele (mesmo que seja com uma espécie de ‘alma’) faz qualquer um tentar.

Até a história engrenar, pode ser um pouco complicado se manter inteiramente por lá, a autora explica de forma simples, mas até a gente realmente ter a estrutura do mundo dos mortos em mente, pode passar a impressão que é algo chato e/ou desinteressante. Insistam, quando essa parte for melhor entendida, a história flui muito melhor.

Gostei do mistério envolvendo alguns personagens, já que quase todos são meio sombrios, nunca sabemos ao certo o que eles pensam/querem/sentem, e no desenrolar da história começamos a entender melhor alguns personagens e outros não.

O casal principal funcionou, os dois com seus mistérios, sonhos e desejos. Talvez o fim poderia ter sido mais. Não foi ruim, mas não foi surpreendente, daqueles que tiram o chão. Mas talvez precise ser assim, afinal é uma série.

De maneira geral, a leitura foi interessante e surpreendente, tem aquele toque de sobrenatural e o tema fugiu um pouco do lugar-comum que já conhecemos. Se tiver a oportunidade, leia.

Share:

0 comentários