SERIES || Marseille

O maior problema das pessoas que aprendem novas línguas é o tal do praticar, e nem digo apenas falar com algum nativo ou alguém que queria falar/melhorar, mas ver livros, jornais, séries, também é um jeito de aprender um pouco mais. 

Claro que não falo do inglês, afinal é a única língua que praticamente importamos tantas coisas, que praticamente todos nós falamos coisas em inglês e as vezes nem sabemos.
Marseille conta a história de Robert Taro (Depardieu), prefeito por 25 anos de uma cidade no sul da França. Nas próximas eleições ele terá de enfrentar o homem que tinha elegido para ser seu sucessor: um jovem político ambicioso. Na trajetória, Taro descobre que seu adversário é tão obstinado quando ele mesmo na batalha pelo poder.. (fonte: Omelete)
Trailler da Série:

Personagens Principais:
Gérard Depardieu >>> Robert Taro
Benoît Magimel >>> Lucas Barrès
Géraldine Pailhas >>> Rachel Taro
Stéphanie Caillard >>> Julia Taro
Nadia Fares >>> Vanessa d’Abrantes


RESENHA<<<
O Netflix tem sido ótimo com a relação custo x benefício, o valor é acessível para todas as camadas sociais, você pode ver em qualquer lugar que tiver internet (aconselho wifi, mas 3G também vale) e tem tanta coisa lá, que duvido que você não curta nada.

O seriado de hoje vem de lá, se chama Marseille e pasmem, está em francês com legenda em francês (pode colocar com legenda em português também, e há outras disponíveis). Fiz essa brincadeira, porque muitas séries se passam fora dos EUA e mesmo assim, todos falam inglês.

A série fala de política, traições, interesses, a eterna briga do pobre x rico e nós acompanhamos isso no meio de um tumultuado início de eleição, já que o atual prefeito, foi ‘traído’ e tentar ver se vale ele se candidatar ao cargo ou tentar um novo sucessor. Além da parte política, temos a família do prefeito – sua filha que sonha ser uma grande jornalista, mas evita falar do pai/ sua ligação com a política e o drama da esposa do mesmo.

A história é intensa e promete muitas reviravoltas, gente morrendo porque cruzou com quem não devia, se meteu nos interesses e por aí vai. É uma história densa, e por mais que nunca tenha visitado Marseille, a comparação com o Rio de Janeiro foi meio inevitável, ela ganhou o título de Capital da Cultura, mas os problemas e diferenças são tão bizarros quanto os que temos, e nem entrarei na vibe da questão imigração que hoje atinge a Europa.

Voltando à série, para quem tem algum nível de francês, aconselho a deixar no idioma original e ver legendado em francês, mas cuidado, a quantidade de gírias é tão grande, que eu confesso que fiquei perdida no início.

Como na maioria das séries da Netflix, a primeira temporada já está disponível, são 8 episódios e torço para ter uma segunda temporada!

Share:

0 comentários