POISON BOOKS || A Coroa Escarlate (Cinda Williams Chima)

Autor: Cinda Williams Chima
Tradutor: Regiane Winarski
Editora: Suma de Letras
Série: Sim, livro 4 (série Os Setes Reinos)
Temas: Jovem-Adulto, Magia, Reinados, Aventura
SINOPSE: Há mil anos, dois jovens amantes foram traídos – Alger Waterlow foi condenado à morte e Hanalea, rainha de Fells, a uma vida sem amor.
Agora, mais uma vez, o reino de Fells está à beira de se desintegrar. Para a jovem rainha Raisa ana’Marianna, manter a paz é quase impossível. A tensão entre os magos e os clãs atingiu o limite. Os reinos vizinhos veem Fells como uma presa fácil, e a maior esperança de Raisa é unir seu povo contra um inimigo em comum – mas esse inimigo talvez seja o homem por quem está apaixonada.
Emaranhado em uma complexa rede de mentiras e tênues alianças, o antigo dono de rua Han Alister agora é parte do Conselho dos Magos. Navegar pela mortal política dos sangues azuis nunca foi tão perigoso – e Han parece fazer inimigos por todos os lados. Sua única aliada é a rainha, e, apesar dos riscos, é impossível ignorar o que sente por ela. 
Então Han descobre um segredo guardado há séculos, algo poderoso o bastante para unir o povo de Fells. Mas será que ele sobreviverá por tempo suficiente para salvar o reino?
Uma verdade mascarada há mil anos por uma terrível mentira vem à tona nesta emocionante conclusão da épica série de fantasia Os Sete Reinos.

>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Era a maior reunião dos clãs das Montanhas Espirituais que Raisa já vira.”

RESENHA<<<
E eis que chegamos a mais um final de série aqui no blog.
Para saber dos venenos anteriores, clique:

Para quem acompanhou todos os pormenores e momentos de tensão, sabe que comecei nem acreditando na série, achei o personagem principal, mega ultra chato, mas curti a história e fiz uma forcinha e hoje termino a série com uma ótima sensação. De que fiz certo ao continuar com a série.

A série começou meio boba e até aquém do que ela pretendia ser, simples e um tanto sem graça, mas aos poucos e livro a livro, as informações e até mesmo a história foi evoluindo, criando corpo, entrando mais personagens, ideias loucas e mais ‘sustância’ e o final foi bem intenso.

Não quero falar muito dos detalhes da história, porque seria injusto contar como as coisas terminam, afinal é o livro quatro (final de série) e teria muito spoiler. E até mesmo pelo nome dos títulos, podemos entender um pouco da evolução. Dois personagens principais – uma princesa e um rapaz ‘qualquer’ que deveriam estar separados, mas por conta do destino/informações falsas repassadas durante quase 1000 anos, não sabem de nada do seu povo.

A menina um dia será rainha e precisa aprender a jogar o jogo da realeza, leia-se, entender como funciona a burocracia para governar e ter pessoas em quem ela confia é fundamental, mesmo que estas pessoas sejam um pouco diferentes do que o reino está acostumado. Já o rapaz quer melhorar de vida, mas é difícil mudar quem você é ou de onde veio, as pessoas sempre te jogam isso na cara, mesmo quando você está longe da vida que levava.

Durante os livros, vemos a evolução dos dois, mas também as maquinações de quem deveria ajuda-los. A forma tosca e insana que o poder assumi e como ele pode corromper se for apenas suscetível e fraco. As questões ousadas e como as vezes a gente precisa ir em frente mesmo quando tudo parece dar errado e claro, magia...um pouco de intriga e conspirações, tanto políticas quanto amorosas.

É a versão jovem de temas mais ousados que temos por aí, afinal, livros com temas de reinados temos muitos, mas poucas vezes temos personagens tão novos, geralmente eles são mais velhos e mais tarimbados nesse jogo.

Para quem curte aventura, reinos, magia, boas tiradas e quer tudo ao mesmo tempo, é uma ótima pedida. Principalmente agora que a série chegou ao fim e você poderá ler um atrás do outro. Mas sendo justa, a série foi uma das poucas que foi publicada de forma rápida aqui no país, praticamente a cada 6 meses tivemos um livro da série.

>>> Já conhece as outras redes sociais do blog? Clique e seja bem-vindo <<<

Share:

0 comentários