SERIES || The Magicians

Nesse terceiro mês do ano, vamos mais uma vez de série que vieram dos livros. As vezes gosto e não gosto quando isso acontece, mas as últimas que mostrei tiveram um ponto em comum que me fizeram curtir – estão mais ligadas à magia e aventura. E eu que sempre fui fã desse gênero, fiquei feliz em acompanhar as séries aqui já apresentadas.


Para saber mais:Quentin Coldwater é um adolescente do Brooklyn com uma inteligência acima da média, mas o mesmo não pode se dizer sobre suas habilidades sociais. Quando ele é aceito na Academia Brakebills, uma renomada e secreta escola de magia, ele descobre que sua fantasia não irá resolveu todos os seus problemas. Assim, deverá lidar com sua falta de sociabilidade ao longo do caminho, e vai descobrir que aprender magia não é tão animador quanto ele imaginava. (fonte: AdoroCinema)

Trailler da Série:


Personagens Principais:
Jason Ralph >>> Quentin Coldwater
Stella Maeve >>> Julia Wicker
Olivia Taylor Dudley >>> Alice Quinn
Hale Appleman >>> Elliot Waugh
Arjun Gupta >>> William Adiyodi – Penny


Summer Bishil >>> Margo Hanson

RESENHA<<<
Vamos levar em conta a máxima que séries de TV não é igual ao livro. Você sabe, eu sei, o mundo sabe, mas lá vamos nós ficar apontando falhas e mimimis em cada cena modificada ou personagens que eram loiros nos livros e aqui são morenos e vice e versa. A vantagem dessa série, é que eu li o livro há eras atrás, precisamente em 2012 – clique aqui para conhecer o livro. E inclusive depois fiz um booktour com os leitores do blog e os mesmos deram suas opiniões – clique aqui.

Como descrito na resenha, o livro tem um misto de Harry Potter e Nárnia, mas numa versão mais ‘vamos para faculdade’, afinal Brakebills é uma faculdade e as coisas tratadas lá são mais adultas que juvenis, mas não encare isso como uau, eles são tão adultos. Eles bebem, fazem merda, acreditam demais nas pessoas, tem cenas de sexo, coisas sem pé nem cabeça, tudo normal. Mas para quem acha que as coisas serão alegres e fofinhas pode cair do cavalo.

A história do seriado está fugindo um pouquinho da do livro, no livro a gente realmente acompanha Quentin e sua ida para faculdade, no seriado além de Quentin ou Q, como ele é chamado, há a versão da melhor amiga dele – Julia, que não passou na faculdade de magia e ficou meio desnorteada e fica procurando pessoas que acreditam em magia e podem ensiná-la a utilizar.

No primeiro livro, ele praticamente acompanha Q em toda a faculdade, mas são muitas informações e acredito que no seriado isso deve ser dividido em algumas temporadas. Nesta primeira, ele aprende magia, tem o lance com o local mágico Fillory e a interação com os amigos e desafetos de faculdade.

Do jeito que foi apresentado, curti bastante. A história tem um ritmo mais lento e bem explicado. Visto que tinha lido o livro há quatro anos, não me lembrava de alguns detalhes e mesmo essa mudança não achei ruim. Acredito que se apenas ficasse a versão do Q o tempo todo na série seria chato e maçante, esses outros personagens e núcleos são importantes para entendermos a extensão da magia e como ela reage a cada um que a conhece.

De um modo geral, a série tem me prendido e fico imaginando quando e onde mais coisas serão descobertas. Acredito que a temporada já deve estar quase no final (já disse que adoro essa coisa de 13 episódios?!) e mesmo com algumas informações reveladas, ainda tem muito enredo – seja pela parte do livro, seja porque resolveram acrescentar mais coisas, mas tem mistério e intrigas para nos prender.

Share:

0 comentários