POISON BOOKS || Golias (Scott Westerfeld)

Em 31 março 2016
Autor: Scott Westerfeld
Tradutor: André Gordirro
Editora: Galera Record
Série: Sim, livro 3 (série Leviatã)
Temas: Jovem-Adulto, Guerra, História, Steampunk
SINOPSE: Scott Westerfeld, autor da série Feios, reinventa aqui a Primeira Guerra Mundial em uma narrativa steampunk. Em lados opostos, mekanistas lutam com aparatos mecânicos, enquanto darwinistas usam imensos animais geneticamente modificados. Em Golias, o conflito entre os dois lados atinge seu ápice. Assim como a tensão entre o mekanista Alek e a darwinista Deryn. Enquanto luta para descobrir o que Deryn esconde com tanto afinco, Alek se torna próximo de Nicolas Tesla, um brilhante inventor que guarda um segredo também — o Golias, uma máquina capaz, ao que parece, de destruir cidades inteiras. Ele promete usá-la para impor a paz. Mas qual o mérito de se acabar com uma guerra com mais mortes ainda?


>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“– Sibéria – disse Alek.”

RESENHA<<<
Este ano de 2016 resolvi concluir leituras, anda não fiquei apaixonada pelos lançamentos, acredito que teremos coisas boas, mas poucos lançamentos me fizeram morrer como nos anos anteriores, acho que ando mais pé no chão e menos empolgada. Por conta disso, sigo firme e forte nas séries em aberto aqui no blog, principalmente as séries que adoro e estava sem finalizar por algum motivo que nem eu mesma sei explicar – pouca divulgação, esquecimento da minha parte ou um fator extra que não coloquei na conta.

Mas eis que chegamos ao último livro da série – Leviatã, para conferir os anteriores, clique:

Essa série que é uma mistura de steampunk com uma releitura da Primeira Guerra Mundial com os mekanistas x darwinistas e suas máquinas e criaturas mirabolantes foi muito bem contada e interessante. Mesmo com mudanças no rumo da história original, a ideia central sempre foi mantida, seus aliados, teorias da conspiração e todo o movimento que tivemos durante a guerra de verdade e que aqui não seria diferente.

Porém, este livro três, além de trazer a finalização da história propriamente diga, se focou mais em Alek e Deryn, afinal, antes de embarcar em uma guerra, os personagens principais eram interessantes, Alek – o príncipe de um império que foi praticamente destruída e Deryn – a menina que se vestiu de menino para ir para as Forças Armadas.

Durante toda a história não sabemos se eles vão ficar juntos ou não, além do fato que o príncipe não saber da identidade da menina, ela está se passando por menino e seria muito estranho naquela época um rapaz dizer que está apaixonado por outro. Estamos em 1914 e por mais prafrentex que a gente seja, temos que manter os pés no chão em relação à data e local que a história se passa.

Como em todos os livros, os títulos sempre são máquinas ou criaturas que podem ou não fazer a diferença seja para um lado ou outro e neste não foi diferente, além do drama dos meninos, a gente tem essa situação totalmente louca que nos é jogada na história. A presença de Tesla na história foi grandiosa e importante para o que o autor quis destacar.

Os diálogos continuaram inteligentes e a trama toda foi amarrada de maneira correta e que nos deixa querendo ler mais e mais. E além dos personagens principais, todos os outros que passaram pelo Leviatã foram tão interessantes e surpreendentes quanto eles, principalmente Bovril, um lêmur perspicaz, ótimos momentos quando ele aparecia.

Outra coisa que sempre mereceu destaque na série e não poderia deixar de comentar são as ilustrações, todos os livros temos algumas e todas são de um detalhe maravilhoso e cheio de informações. Gostaria que mais história tivesse esse cuidado e extras como tivemos aqui.

Olha que não sou muito fã de nada relacionado a guerras, mas embarquei nessa aventura e não me arrependo, inclusive curti bastante o final dado pelo autor, tanto para os personagens quanto para o deslanche da guerra em si.

Quando Scott esteve no Brasil, ele falou de seus dois livros – Feios e Leviatã, caso queira ouvir um pouquinho, basta clicar aqui e aqui!

>>> Já conhece as outras redes sociais do blog? Clique e seja bem-vindo <<<