BOOKS || A Herdeira Perdida (Catherine Fisher)

Autor: Catherine Fisher
Tradutor: Bruna Hartstein
Editora: Bertrand
Série: Sim, livro 2 (série O Mestre das Relíquias)
Temas: Infantojuvenil, Ficção, Aventura, Magia


Apesar de Tasceron ter caído e de o Imperador estar morto, há rumores de que a herdeira do trono ainda está viva. Caso isso seja verdade, ela se encontra em grande perigo, especialmente se cair nas mãos dos Vigias. Como legítima descendente dos governantes originais de Anara, ela pode ser a chave para acabar com o reinado de tirania deles. Mas os Vigias não sabem que ela existe... ainda. Cabe a Galen e Raffi encontrar a herdeira perdida antes que seus inimigos o façam. Para isso, precisam decidir se devem ou não confiar em Carys, a espiã Vigia que os acompanhou na aventura a Tasceron. Será que Carys ajudará o guardião e seu aprendiz, ou será que ela entregará seus segredos aos Vigias?
Considerada uma das melhores escritoras contemporâneas de livros de fantasia pelo jornal The Independent, Catherine Fisher criou uma tensa fábula, em que tecnologia e fé se misturam para a formação de uma poderosa mitologia. A herdeira perdida é uma saga com viradas surpreendentes e criativas, que coloca a autora no rol das grandes de seu gênero.
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“O esforço dos braços era uma agonia.”


RESENHA<<<
Livro dois da série ‘O Mestre das Relíquias’, para venenos e informações do anterior, clique:

O livro dois praticamente começa do ponto onde o anterior parou, um ponto positivo, mas para aqueles que tem probleminhas de memória ou que demoram a pegar, ou melhor, relembrar situações em alguns livros, isso se torna algo bem complicado, visto que não há um resumão ou recapitulação de algumas ideias como é de praxe acontecer.

Apesar desta ter sido uma série que guardei bastante informações na memória, para acelerar as lembranças, tive de pegar a resenha do livro anterior e ver os pontos fortes e fracos da história e seus personagens, por isso, faça suas anotações/resenhas/resumos para caso isso aconteça você ter uma saída.

Eu gosto da série, mas ela tem alguma coisa que não me faz amá-la, a ideia é boa, mas as vezes acho que a autora está se perdendo dentro de algumas coisas que ela mesma levanta ao longo das páginas. Tem algumas situações boas e até diferentes do que a gente imagina no roteiro, mas ela dá pouca importância ou faz o fato ficar irrelevante, que nas próximas páginas a gente esquece e começa a se perguntar onde está a sacada da série, o seu diferencial.

Os personagens vão evoluindo aos poucos, tem muita história paralela, temos a história geral, aí um dos personagens tem um certo mistério e neste livro vimos um pouco do passado dele, mas também temos o aprendiz que está no meio de momentos difíceis e outras tramas vão se somando. Acho que tem um certo charme essa mistureba toda, mas quando fica confuso demais, ou o leitor passa a não conseguir acompanhar, acaba perdendo o interesse. Ainda não perdi o meu, mas em alguns momentos acabo achando que poderia ter tirado alguns desses extras e ter trabalhado em assuntos mais pertinentes.

A narrativa é boa, apesar desses momentos ‘enchendo linguiça’, acredito que a gente se mantenha porque por mais que tenha esse sentimento de enrolação, a gente quer saber mais do mundo e se lembra destes pequenos momentos de reviravolta dentro da história e aquelas teorias sobre o mundo que a autora criou e tanta mostrar aos poucos. Ela escreve bem e te prende, o que peca são esses momentos meia boca.

Como a história está muito fragmentada, não sei quantos livros podem ser, mas vendo o livro 1 e 2, imagino que o próximo terá um tema e a história irá se basear nele e alguns itens serão inseridos da história geral. Não recomendo ler fora de ordem, senão irá se perder, mas meu medo é que a história comece a se distanciar da ideia original.

Share:

0 comentários