POISON SERIES - Sense 8

Toda última terça-feira do mês é dia de falar de seriados aqui no blog e antes de falar da série do mês, deixo a minha pergunta, como sobreviver e se acostumar depois que as séries passam no Netflix e a gente pode ver a temporada de uma vez só, sem esperar uma semana para o próximo episódio? Isso é bom ou ruim?

Para saber mais:
Sense8 conta a história de oito estranhos: Will Gorski, Riley Blue, Capheus "Van Damme", Sun Bak, Lito Rodriguez, Kala Dandekar, Wolfgang Bogdanow e Nomi Marks.

Cada um desses indivíduos é de uma cultura diferente espalhado pelo mundo. Em seu cotidiano, todos subitamente têm uma visão da violenta morte de uma mulher chamada Angélica e, a partir de então, eles, de repente, descobrem estar mental e emocionalmente ligados um ao outro, sendo capazes de se comunicar, sentir e apoderar-se do conhecimento, linguagem e habilidades alheias. A esse tipo de dom é dado o nome de Sensate. Enquanto tentam descobrir como e por que esta conexão aconteceu e o que isso significa, um misterioso homem chamado Jonas tenta ajudar os oito. Enquanto isso, outro estranho chamado Sussurros tenta caçá-los, usando o mesmo poder "sensate" para ganhar acesso total a uma mente sensate (pensamentos/visão) depois de olhar em seus olhos. Cada episódio reflete os pontos de vista dos personagens que interagem uns com os outros enquanto aprofundam suas origens, suas diferenças e as experiências passadas que possam uni-los. (fonte: Wikipedia)

Personagens Principais:
Aml Ameen >>> Capheus ‘Van Damme’
Doona Bae >>> Sun Bak
Jamie Clayton >>> Nomi Marks
Tina Desai >>> Kala Dandekar
Tuppence Middleton >>> Riley Blue
Max Riemelt >>> Wolfgang Bogdanow
Miguel Ángel Silvestre >>> Lito Rodriguez
Brian J. Smith >>> Will Gorski

Trailler da Série:
RESENHA<<<
Não sou fã de séries enormes, sejam aquelas que levam 24 episódios ou principalmente as que duram quase 1 hora por episódio, ultimamente poucas coisas tem conseguido prender a minha atenção, mas o que falar de Sense 8? Os episódios são enormes e você simplesmente fica vidrado, querendo saber mais.

Comecei a assistir a série fora de ordem porque meu irmão estava assistindo, então as vezes via um pedaço dos capítulos que ele estava assistindo e queria entender um pouco mais do que via (aquela que mal sentou no ônibus e quer ficar na janela..rs), e aos poucos percebi que teria de assistir de forma correta, episódio por episódio para entender o contexto geral.

A ideia da série é boa, mas ao mesmo tempo muito complexa, as informações são disponibilizadas aos poucos, você assiste 2/3 episódios e fica se perguntando aonde isso pode levar. Como essas 8 pessoas (que estão em locais completamente diferente do mundo) podem se ‘conectar’ e porquê, para mim, o porquê é o mais importante, sempre fico me perguntando quando de fato irei entender tudo.

O fato de acompanharmos a vida de 8 pessoas, em alguns momentos é muito bom, mas em outros ruins, pois, em algumas cenas, as explicações e interações são ótimas e aí acaba cortando para outra coisa que as vezes tem a ver com o que estava sendo mostrado e de repente pode não ter nada a ver e a gente fica com aquela sensação de que estamos perdendo algo importante.

Esta é uma daquelas séries para se acompanhar com calma, eu sei que todos adoram maratona e poder ver um episódio atrás do outro é muito bom, mas o ritmo da série é devagar, principalmente no início, afinal as explicações e como as pessoas vão percebendo o que está acontecendo com elas não acontece do dia para noite. Então vale tirar um tempinho especial para acompanha-la.

Por ser uma série que temos muitas perguntas e poucas respostas, aquela ânsia de saber um pouco mais é o que motiva a continuar assistindo, não sei vocês, mas eu sempre fico com a sensação de que algo será respondido no próximo episódio, penso a mesma coisa em um livro – no próximo capítulo teremos alguma resposta para esse tanto de perguntas.

A série já foi renovada e está disponível na Netflix, por isso já dá para assistir pelo menos ao primeiro episódio e ficar vidrado nas maquinações sobre ‘como’, ‘porquês’ e aonde isso tudo nos leva.

>>> Já conhece as outras redes sociais do blog? Clique e seja bem-vindo <<<

Share:

0 comentários