POISON BOOKS - Apenas 1 Ano (Gayle Forman)

Autor:  Gayle Forman
Tradutor: Ana Paula Doherty
Editora: Novo Conceito
Série: Sim, livro 2 (Apenas 1 Dia)
Temas: Jovem-Adulto, Romance, Viagens, Relacionamento
SINOPSE Em Apenas um Dia, os momentos de paixão entre Allyson e Willem foram interrompidos de maneira abrupta, lançando a jovem em um abismo de questionamentos e dor. Agora a história é contada pela voz de Willem. Sem saber exatamente o que o atraiu na garota de olhos grandes e jeito comportado, o rapaz inicia uma busca obsessiva por pistas que levem até a sua Lulu mesmo sem saber sequer o seu nome verdadeiro.
Enquanto tenta compreender o mistério que os separou, Willem se esforça para costurar relacionamentos desgastados e procura respostas para o futuro. Mais do que uma aventura de verão, o encontro em Paris significou para ele o início da vida adulta. Da mesma autora dos best-sellers Se Eu Ficar e Para Onde Ela Foi, Apenas um Ano reúne todos os ingredientes de um romance imperdível: viagens, saudade, encontros, desencontros e amor.

>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“É o sonho que eu sempre tenho: estou em um avião, bem acima das nuvens.”

RESENHA<<<

Começo dizendo que NÃO É A CONTINUAÇÃO DE APENAS UM DIA. Não, este livro é o POV do Will, ele narra o mesmo tempo que aconteceu no livro anterior, só que lá era a Lulu, ou melhor, a Allison que narra suas descobertas, alegrias e tristezas. Aqui, a gente descobre um pouco mais da vida do Will e o que de fato aconteceu em Paris.

Apesar de não ser uma continuação, mas posso dizer que este livro foi bem melhor que o anterior, sem altos e baixos, um personagem bem mais interessante, momentos mais divertidos e as vezes um tanto introspectivo e uma pequena road-trip, nada como ler algo mais animado e mais intenso que o seu anterior.

O livro não traz novidades em relação ao final da história da versão da Lulu, ela termina exatamente no mesmo ponto, para saber mais devemos ler – Apenas Uma Noite – que é o próximo livro/conto que eu espero que seja onde os dois estejam juntos e se acertem, ou não.

O livro começa em Paris, quem leu o anterior sabe que algo acontece e é onde tudo muda para o casal. Na versão do Will, ele explica o lado dele do acontecido. E a partir daí surge uma busca interna e externa para ele. Interna porque ele é um personagem complexo e também está perdido, quer se encontrar e externa pois ele acha que a Lulu é a garota da vida dele, mesmo que eles não possam ficar juntos é como se ele precisasse acha-la para fechar um ciclo.

Lulu era bem chatinha, nada de muito novo ou original acontecia na sua vida, já com Will, parece que ele é ligado no 220V, faz muitas coisas, está sempre em algum canto do mundo, busca algo que não sabe, se mete em aventuras. Mas ele tem um lado triste, foi bacana conhecer esse personagem tão complexo. Essa brincadeira de dar voltas pelo mundo esconde algo maior que ele ainda não sabe como lidar e nessa busca que o leva à alguns cantos diferentes do mundo como Cancun e a Índia, a história narra um pouco mais sobre isso.

A narrativa é mais envolvente e os capítulos um pouco mais curtos, então a gente fica naquela ansiedade de saber não apenas o próximo destino da busca, mas será que ele vai encontrar? Ou o que será revelado sobre ele? Seus amigos? Sua vida? A leitura é mais homogênea, no anterior teve uma parte muito lenta e chata, ficou enrolado e quase me fez desistir. Aqui a gente não tem este problema, as coisas fluem muito bem. Foi uma leitura bem rápida.

Os personagens coadjuvantes são mais interessantes ou tanto quanto o próprio Will, essas pessoas que ele conhece pelo caminho, essas mudanças, quem eles são e como muitas vezes eles que o ajudam a seguir essa busca, faz o livro ganhar momentos engraçados e divertidos e nos faz lembrar que amores vem e vão, mas boas amizades ficam sempre.

>>> Já conhece as outras redes sociais do blog? Clique e seja bem-vindo <<<

Share:

0 comentários