BOOKS || O Príncipe dos Canalhas (Loretta Chase)

Autor:  Loretta Chase
Tradutor: Ivar Panazzolo Jr
Editora: Arqueiro
Série: Sim, livro 1 (série Canalhas)
Temas: Romance de época, Romance, Adulto, Relacionamentos
Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent...
Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu.
Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade – muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho.
Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.
>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Na primavera de 1792, Dominick Edward Guy de Ath Ballister, terceiro marquês de Dain, conde de Blackmoor, visconde de Launcells, barão de Ballister e Launcells, perdeu esposa e quatro filhos para o tifo.”

RESENHA<<<
O romance de época tem ganhando muita força, na verdade, acho que ele sempre teve bastante força, mas não era conhecido por todos e como raramente as histórias chegavam por aqui, os grupos eram meio seletos, mas agora todos podem se divertir com as histórias de intrigas e escândalos nas sociedades, principalmente a londrina ou a parisiense.

‘Príncipe’ é um livro antigo, foi escrito a mais de 20 anos, ganhou prêmios e segundo informações e lendas, o livro foi um dos mais votados como um dos melhores romances de época. Gente, um livro com mais de 20 anos ganhar esse tipo de prêmio é algo raro. Para mim, ele entra na categoria dos ‘clássicos’.

Dei sorte com os romances que li e aqui não foi diferente, a história é leve, engraçada, tem todos os dramas da sociedade e seus personagens são os pontos altos. É difícil amarmos os protagonistas assim de cara, ou curtimos a mocinha e odiamos o mocinho ou amamos logo o mocinho e odiamos a menina (o que é mais comum porque elas são muito malas...rs).

Jessica merece todas as considerações neste livro, ela é divertida, esperta e AMD!, ela pensa e está bem à frente das damas que só faziam cara de paisagem. Por isso, Sebastian começa a ter ‘algo’ pela moça, aliás, quem não fica cismado quando alguém é seguro de si e tão independente?!

Sebastian é uma figura também, apesar do passado difícil, a autora não transformou a história dele em algo pesado e chato como temos aos montes, ela escreveu algo para mostrar superação e um certo toque de superioridade, nesse ponto, tanto ele quanto Jessica são parecidos, eles acabam achando tudo muito fácil, blassé e enquanto lia, fiquei imaginando os dois olhando de cima para baixo para a ralé.

O enredo foi bom, tudo na medida certa, com momentos de tensão e algum drama, mas nada arrastado, a leitura é rápida, divertida e você fica ansioso para saber como as coisas irão se desenrolar. Além de todo lado histórico super bem colocado, mas lembrando que não é um romance histórico. As datas, fatos e momentos da sociedade estão presentes, mas de forma interessante.

Por ser um livro único, claro que eu vou indicar, para quem já leu outros romances e principalmente para quem nunca leu nada do gênero. E claro, ficarei de olho na autora. A maneira que ela escreve é muito bacana e me envolveu.
Próximo Livro:
Livro 2 - O Último dos Canalhas

Share:

0 comentários