POISON BOOKS - O Legado (C. J. Daugherty)

Autor:  C. J. Daugherty
Tradutor: Regiane Winarski
Editora: Suma de Letras
Série: Sim, livro 2 (série Escola Noturna)
Temas: Jovem-Adulto, Suspense, Mistério, Colégio
SINOPSE - O Legado - No último ano, Allie Sheridan viu sua família se dissolver e foi presa três vezes. Ir para um colégio interno parecia um pesadelo, mas a Academia Cimmeria acabou se tornando um lar. No entanto, os salões da escola eram mais perigosos do que Allie poderia imaginar.
Um grupo misterioso está disposto a destruir a Escola Noturna. Agora, os estudantes correm perigos que ainda não compreendem. E, para piorar, a família de Allie — especialmente sua poderosa avó e seu irmão desaparecido — está bem no meio de tudo isso.
 



>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“– Isabelle, preciso de ajuda!”

RESENHA<<<
Hey, a resenha é continuação de Escola Noturna’, vem conferir os venenos do livro anterior:
Livro 1 – Escola Noturna

Quando terminei o livro anterior e fiz a resenha tinha expectativa de que a história fosse melhorar, afinal, a ideia geral é boa, mas o lenga-lenga é o forte da autora e isso deixou sua série um tanto quanto chata, para não dizer repetitiva. Agora no segundo livro, fiquei com a sensação de ler a mesma coisa e até fui ler minha resenha do livro anterior e te falo, quase dá vontade de fazer um crtl c + crtl v e postar para vocês, praticamente nada mudou.

O lenga-lenga volta e ainda não sabemos o que é a tal Escola Noturna, sabemos mais alguns detalhes, é verdade, algumas curiosidades, mas porque ela existe, onde se esconde e quem comanda ela, continua no mesmo esquecimento desde o livro anterior, é como ficar contando para todo mundo que você tem um segredo, mas quando perguntam sobre o que é ou se você pode falar mais dele, você simplesmente esquece do que ia dizer. Foi chato ler mais de 300 páginas e entrar no terceiro livro sem essa informação.

As brigas de adolescente e o tal triangulo amoroso voltaram com tudo aqui, quase ouso dizer, que isso apareceu tanto e ofuscou outros fatos mais interessantes que apareciam no decorrer da história, se a gente fizer um grande esforço temos bons momentos, mas a eterna enrolação com coisas que a gente não quer que sejam aprofundadas (e nem vão ser tão interessantes assim) sufocam os bons e interessantes momentos do livro.

Preciso falar da protagonista, não tinha nenhum problema com ela no livro anterior (não odiava e nem amava), mas aqui ela me deixou muito irritada, gente que menina sem noção, tipo o mundo se acabando e ela fazendo EXATAMENTE o que pediam para ela não fazer e aí dava merda e alguém tinha de salvá-la, e isso acontecia em um looping infinito. E tudo isso ainda alimentava o triangulo amoroso, que depois ficou chato e mesmo com badboy não salvou.

Agora, uma coisa que nunca tinha me acontecido é ler um livro e praticamente não se lembrar de nada do anterior, geralmente após alguns capítulos já lembro do básico da história e com esse não foi assim, acho que a história ficou tão a desejar que meu cérebro congelou e se recusou a entrar na história e durante a leitura da mesma não temos nada que nos faça lembrar de detalhes dos acontecimentos anteriores, principalmente pela quantidade de personagens, visto que o livro se passa em um colégio interno. Foi quase como ler uma história nova.

>>> Já conhece as outras redes sociais do blog? Clique e seja bem-vindo <<<

Share:

0 comentários