POISON BOOKS - Adivinhe Quem Sou Esta Noite (Megan Maxwell)

Autor:  Megan Maxwell
Tradutor: Sandra Martha Dolinsky
Editora: Planeta
Série: Sim, livro 2 (série Adivinhe Quem Sou)
Temas: Adulto, Romance, Relacionamento, Hot
SINOPSE - A continuação da história da impetuosa Yanira, uma cantora espanhola, e do médico Dylan, um belo, rico e sedutor porto-riquenho, já começa com fortes emoções. Após ser atropelada pela “ex” de seu noivo — inconformada com a separação —, a protagonista dessa picante aventura entre a América e a Europa viverá um turbilhão de acontecimentos. Do casamento glamouroso, com direito à presença de astros da música pop americana, à sua estreia nos palcos do mundo como uma sensual cantora de soul music apadrinhada por um rapper famoso, nada será trivial e comum na vida de Yanira. Nem mesmo o ciúme que chacoalhará a união aparentemente perfeita que tem com Dylan. Para tentar conter os altos e baixos dessa relação conturbada e balançada pelo assédio da imprensa, ela e o marido buscarão na forte química sexual que existe entre eles — turbinada por fantasias eróticas vividas por Los Angeles e pelas cidades onde a cantora cumpre turnê mundial — um agente reconciliador e apaziguador de seus percalços conjugais. Será que eles conseguirão se entender? Ou a fama de Yanira se tornará um obstáculo para o recatado e enciumado Dylan?

>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“O som do silêncio é intimidador.”

RESENHA<<<
Mais um livro da série ‘adivinhe quem sou’ da Megan Maxwell, e antes de saber da continuação, bora conferir os venenos do anterior?

Eu sei que esta história já estava meio que pré-definida desde o livro anterior, e super sabia disso, mas ler a continuação deste livro foi uma tortura, a autora perdeu muito a mão aqui e sem contar milhares de páginas de enrolação. Foi difícil seguir em frente, eu pegava alguns capítulos para ler e a coisa não evoluía e lá estava eu dando tempo e indo ler outra coisa. Foi difícil seguir em frente, os personagens ficaram chatos, maçantes e a história e a narrativa não saíram do lugar.

Yanira mudou de vinho para água, da menina louca e um tanto divertida que ela era no livro anterior, virou uma personagem fraca, burra e ciumenta ao extremo e sem contar que parece que não percebeu as coisas à sua volta. Ela é daquelas que a gente fala, olha se você fizer isso vai acontecer X (sendo X algo ruim) e o que ela faz? Exatamente o que dissemos que não deveria fazer. Depois de algum tempo já estava meio repetitivo e sabíamos o que esperar das ações e reações da personagem, ou seja, nenhum amadurecimento.

Dylan também foi nessa montanha-russa de emoções, e te falar que alguém que viveu isso com a mãe, ele comete alguns erros bem básicos, as vezes eu tinha a impressão que a autora queria passar uma coisa na ideia geral, mas na hora de escrever, escrevia coisas completamente diferente.

A família Ferrasa também entrou em algo muito inconstante, talvez a única que se salve seja a Tifany, foi uma das poucas que mostrou um amadurecimento em relação à sua vida e ao casamento péssimo que possui.

A autora apostou bastante em sexo e ménages e coisas desse tipo, muito mais do que no livro um. Não tenho nada contra ao sexo na escrita, mas aqui não vi ligação entre o livro anterior, sexo e a história que estava sendo contada. Esses momentos de sexo tórrido e um tanto insano parecia para preencher um vazio no desenrolar da história.

Apesar do livro ser maior que o anterior, senti muita enrolação e pouco link entre as coisas que estavam sendo escritas, de modo geral a história contada não me empolgou ou se manteve muito repetitiva e até um pouco cansativa. A narrativa é simples e isso deveria ter feito ser uma leitura relativamente rápida, mas os excessos e as coisas meio ‘jogadas’ acabaram deixando o livro chato e fraco.

Fico pensando o que mais tem para contar no próximo livro, imagino que ela poderia ter feito um livro só com esses dois e ter nos deixados mais empolgados e grudados.

>>> Já conhece as outras redes sociais do blog? Clique e seja bem-vindo <<<

Share:

0 comentários