POISON BOOKS - Sangue Mágico (Ilona Andrews)

Em 30 março 2015
Autor:  Ilona Andrews
Tradutor: Flavia de Lavor
Editora: Saída de Emergência
Série: Sim, livro 1 (série Kate Daniels)
Temas: Adulto, Magia, Fantasia Urbana, Sobrenatural
SINOPSE - Se não fosse pela magia, Atlanta seria uma boa cidade para viver. No momento em que a magia domina, os carros param e as armas falham. 
Quando a tecnologia assume, os feitiços de proteção já não protegem sua casa dos monstros. Aqui, os arranha-céus são derrubados pelo ataque da magia; homens-lobo e homens-hiena rondam as ruas arruinadas; e os Mestres dos Mortos, necromantes impulsionados pela fome de poder, comandam vampiros com suas mentes.
Neste mundo, vive Kate Daniels. Kate gosta um um pouco demais de usar a sua espada e tem dificuldade de ficar calada. A magia em seu sangue a torna um alvo, e ela passa a maior parte da vida se escondendo no meio da multidão. 
Mas quando o guardião de Kate é assassinado, ela deve optar entre não fazer nada e manter-se segura… ou perseguir o assassino sobrenatural. Esconder-se é fácil, mas a escolha certa nunca o é...


>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Eu estava sentada à mesa da minha cozinha escura, olhando para uma garrafa de vinho com limonada Boone’s Farm, quando uma flutuação de magia começou.”

RESENHA<<<
Estava com saudades das fantasias urbanas, e eis que chega ‘Sangue Mágico’ para matar minha saudade. Apesar da capa não ter me encantado de cara, também não odiei, é que esse tipo de capa aparece muito em livros desse gênero, então fica aquela sensação de que poderia ser capa de qualquer outro livro.

Ao ler essa história, eu senti muitas semelhanças com ‘Anita Blake’, e digo muitas mesmas, tanto na história quanto no desenrolar dos fatos, fiquei pensando quando chegaria o vampiro gostosão que em Anita atende pelo nome de Jean Claude, no primeiro livro ele ainda não apareceu, mas como a série é grande (quase 10 livros pela frente, tem muita água para rolar).

Uma coisa que me irritou muito foi o fato de os autores (que são marido e mulher) quererem colocar a personagem como uma heroína mega fodon@, ela não é fraquinha e boba, mas ela precisa comer muito arroz com feijão para chegar ao patamar que eles desejam coloca-la, na verdade, ela passa uma imagem de menina melancólica e que ainda não sabe muito bem o que está fazendo, ela tem o básico, mas precisa trabalhar muito para chegar lá.

A história é jogada desde o primeiro capítulo, falam de magia, lobisomens, vampiros e outros seres e eu não sei se é – num futuro distante, numa realidade paralela, em um momento em breve do nosso – como já tinha lido outras histórias do gênero, segui pelo que a maioria leva, que é um futuro próximo onde a magia é revelada à população e os seres da noite saem e tudo ‘parece’ acontecer de forma normal. A princípio esse levantamento pode parecer bobo ou sem importância, mas em vários momentos do livro Kate fala sobre como magia interfere nas coisas humanas e vice-versa, então essa não-explicação é um fator forte e um mau começo. Principalmente para quem nunca teve contato com esse gênero literário.

A história ocorre de forma rápida e num bom ritmo, se a gente relevar algumas coisas, conseguimos ler com certa tranquilidade e o mistério envolto nesse primeiro livro não é tão elaborado ou algo que sustente tantos livros, acredito que no próximo livro novas coisas devem começar a surgir, porque caso isso não ocorra, a história vai se tornar bem repetitiva (isso aconteceu em Anita Blake, depois do livro 6/7, parece que lemos sempre a mesma coisa).

De forma geral a história não foi uma surpresa ou algo que realmente me fizesse apaixonar por ela, tem muitos elementos de outros livros e segue muitas vezes plots inteiros de algumas séries, mas acho que para quem está começando é uma boa pedida. Acredito que os autores podem evoluir com mais informações e história no próximo livro (na verdade torça e muito para isso) e com isso fazer com que a série vale a pena.

Meu medo é que a série fique empacada como aconteceu com as outras publicadas no país – A Filha da Tempestade, Garota Tempestade, Frente de Tempestade, A Guardiã e Vento Sinistro. Inclusive sugiro uma lida nas resenhas desses livros, assim vocês conhecem mais do gênero e quem sabe mais coisas novas não cheguem por aqui?

>>> Já conhece as outras redes sociais do blog? Clique e seja bem-vindo <<<