POISON BOOKS - Ladrões de Sonhos (Maggie Stiefvater)


Autor: Maggie Stiefvater
Tradutor: Jorge Ritter
Editora: Verus
Série: Sim, livro 2 (saga dos Corvos)
Temas: Jovem-Adulto, Sobrenatural, Outros, Colégio Interno
SINOPSE - Ladrões de sonhos, o segundo volume da Saga dos Corvos, traz de volta a imaginação selvagem e as reviravoltas eletrizantes que somente uma autora original como Maggie Stiefvater é capaz de criar. Ao lado de Blue, os garotos corvos — o privilegiado Gansey, o torturado Adam, o espectral Noah e o sombrio e perigoso Ronan — continuam sua busca pelo lendário rei galês Glendower. Mas suas explorações enfrentam um duro contratempo conforme segredos, sonhos e pesadelos começam a enfraquecer a linha ley — um canal invisível de energia que conecta lugares sagrados e que pode levá-los até o rei. Será por isso que a floresta mística de Cabeswater sumiu inexplicavelmente? Quem é o misterioso Homem Cinzento e por que ele está procurando o Greywaren, uma relíquia que permite tirar objetos de sonhos? E o que isso tem a ver com o indecifrável Ronan? Conforme Blue e os garotos corvos procuram respostas a essas e outras questões, o perigo que os envolve se torna cada vez mais real, e será preciso apostar todas as fichas nessa aventura enigmática.


>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Um segredo é uma coisa estranha.”

RESENHA<<<
Continuação da saga dos corvos, já conferiu os venenos do livro anterior? Então clique:

O que falar dessa série? A cada livro me apaixono mais e mais pelo enredo e seus personagens. Sempre ficamos com medo do segundo livro, porque a fama da ‘malfição do segundo livro’ é forte e praticamente 85% das séries sofreram do mal. Mas quando você consegue se apaixonar e achar que um livro está melhor do que o anterior, você fica feliz em ver que suas expectativas foram superadas.

Uma vantagem da autora é que ela não se foca apenas em um personagem, eles vão aparecendo e ganhando um corpo em cada livro e nesse a Blue deixa de ser o foco, mas não, ela não some, continua firme e forte e a gente curte bastante a mocinha. Mas o foco é o Ronan e só depois de ler o livro a gente começa a entender o motivo e como isso tudo entra na tal busca das linhas Ley e no tal lendário rei galês.

O ritmo é intenso e eletrizante, os capítulos acontecem na medida certa e de certa forma com a pitada exata de informação, a cada novo capitulo mais coisas e completos de informações, os segredos, os sonhos, as informações se encaixando, os novos personagens, uau. O enredo não se perdeu ou virou um amontoado, ele simplesmente segue de uma forma intensa e tão forte quanto o anterior.

Os personagens são o grande destaque, Ronan pode ter ganhado mais espaço, mas temos algumas novas informações e como todos reagem a isso, cada um tem sua própria história e seu jeito de ver e sentir as coisas, esses choques ora intenso, ora devagar foram o equilíbrio perfeito na aventura louca.

Essa série da autora tem uma coisa que adoro não saber o que de fato vai acontecer. Você acha que sabe, mas de repente tudo muda porque novas informações são adicionadas ou coisas foram retiradas. É ótimo ser guiado pelo autor sem saber de antemão todas as respostas, e o final? Tão assustador e pouco revelador quanto do livro anterior e abre mil novas possibilidades novamente.

Agora é aguardar o próximo livro da série chegar aqui no Brasil...

Resenha Próximos Livros > Lírio Azul, Azul Lírio 
                                             O Rei Corvo
                                 
>>>Nas redes sociais há mais venenos <<<

Share:

0 comentários