POISON BOOKS - Centelha (Amy Kathleen Ryan)


Autor: Amy Kathleen Ryan
Tradutor: Rita Sussekind
Editora: Geração Jovem
Série: Sim, livro 2 (série Em Busca de Um Novo Mundo)
Temas: Jovem-Adulto, Comportamento, Ficção
SINOPSE - Depois de Brilho, a saga nas estrelas continua… Após uma fuga desesperada da nave inimiga, Waverly e as outras meninas sequestradas conseguiram voltar para a Empyrean. Mas o clima por ali não poderia estar pior. Kieran, o menino gentil e sonhador que Waverly amava, assumiu o posto de capitão e passou a agir como um tirano de sangue-frio, deixando a Empyrean sob uma tensão sinistra. Seth Ardvale, líder brilhante e arqui-inimigo de Kieran, foi trancafiado na prisão, sem julgamento. As crianças prodígios que mantêm a nave funcionando estão revoltadas com o autoritarismo do líder. Para completar, uma explosão faz soar o alarme de mais uma ameaça. Eles não estão sozinhos. A tripulação aterrorizada terá que lidar com um inimigo pior do que a New Horizon, ou o delírio de Kieran. Seth descobre um passageiro clandestino na nave, que se move silenciosamente, deixando rastros de sangue por onde passa. O criminoso quer vingança. E só Waverly é a chave para entender seu ódio e impedir que ele detone sua bomba-relógio.


>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Seth não sabia o que o havia acordado, apenas se lembrava vagamente de um som estrondoso que lhe estremeceu os ossos.”

RESENHA<<<
Segundo livro da série ‘Em Busca de um Novo Mundo’ (eita nome de série enorme...rs), para conhecer os venenos anteriores, clique:

Parece que tudo que li em Brilho ou o que achei interessante (a ideia, gente) se perdeu nessa continuação, aliás, nem tocado foi para falar a verdade, acho que a autora se perdeu dentro das brigas dos seus personagens e não trabalhou um tema bacana que merecia ser mais explorado e nos fez ficar com raiva de todo mundo dentro das naves [eu fiquei e queria explodir todo mundo].

Os problemas com excessos de personagens, dar mais destaques em seus personagens principais, elaborar mais quem são, onde estão e onde querem chegar continuou em falta por aqui, era ruim antes e aqui parece que piorou, me senti no meio de uma briga entre irmãos, onde todos gritam ao mesmo tempo e a gente tenta entender, mas ninguém conta a história direito.

Nesse livro ‘temos’ três narradores, apesar de a narrativa ser em terceira pessoa a gente meio que acompanha os personagens em momentos separados, os dois narradores anteriores se juntam ao um determinado personagem e cada um vai mostrando como está se sentindo e a quanta anda o clima da nave, afinal houve brigas, confusões e muitas informações perdidas antes.

O problema é exatamente esse: são praticamente três pessoas narrando sempre a mesma coisa só que com visões diferentes, a nave enfrentou um enorme problema e todos se esqueceram disso, as meninas passaram por um mega perrengue antes (livro anterior) e NADA é comentado e gente, isso que aconteceu com elas era um dos temas questionadores que levantei no outro livro e a autora fingiu que não existiu!! A nave está um caos pois crianças estão comandando uma nave [insira aqui sua cara de confuso e fique com ela até a gente terminar a série, porque não consegui engolir isso ainda].

A narrativa não é das melhores, essa repetição dos temas e essa sensação de correr em círculos com certeza nos faz questionar várias coisas durante a leitura, até porque estamos lendo ainda. Os capítulos são curtos e a noção do tempo parece que nunca muda, mil coisas acontecendo a gente fica se sentindo no mesmo ponto. Em alguns momentos achei que estava regredindo em relação ao livro anterior.

O enredo tinha me agradado antes, mas aqui tudo que curti e/ou achei interessante se perdeu, ou foi esquecido pelo autor ou nem continuado foi. Porque escrever algo se você não vai dar sequencia nele? E sinceramente, a ideia era muito interessante, ótimos questionamentos, mas do jeito que terminou, imaginou que o terceiro livro vai ser tão sem pé nem cabeça quanto esse foi e a gente vai se perguntar onde a autora quis chegar.

>>>Nas redes sociais há mais venenos <<<

Share:

0 comentários