POISON BOOKS - Surpreenda-Me (Megan Maxwell)

Em 17 julho 2014

Autor: Megan Maxwell
Tradutor: Monique D’Orazio
Editora: Suma de Letras
Série: Sim, spin-off (série Peça-Me o Que Quiser)
Temas: Adulto, Hot, Relacionamentos
SINOPSE: Björn é um atraente advogado alemão para quem a vida sempre foi fácil. É um homem apaixonado pelas mulheres e pelo sexo sem compromisso. Adora participar de jogos sexuais e tem sempre a companhia que quiser à disposição: sabe o fascínio que exerce sobre o sexo oposto. A espanhola Melanie é uma mulher independente, que chama atenção pela beleza e pelo temperamento forte.
Como piloto do Exército americano está acostumada a levar uma vida de riscos constantes, embora sua principal missão seja lutar para criar sozinha a filha Sami.
Quando o destino os coloca cara a cara, a tensão entre eles é evidente... Mas a hostilidade que marcou o encontro deles a princípio pouco a pouco se transforma num desejo incontrolável.
O romance que os fãs de Megan Maxwell estavam esperando: as aventuras e desventuras sexuais de Björn, um dos personagens mais encantadores da série Peça-me o que quiser.
Em Surpreenda-me, Megan Maxwell traz de volta os personagens da trilogia Peça-me o que quiser ao contar a história do encontro entre Björn e Melanie. Os melhores amigos de Eric e Judith se entregam a uma paixão devastadora escondidos de todos. E deverão vencer os próprios preconceitos se de fato ainda forem capazes de amar e de construir juntos uma nova vida.


>>>PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Alto...”

RESENHA<<<
Voltamos ao mundo de ‘Peça-Me’, apesar de Judith e Eric aparecerem muitas vezes, o livro fala sobre Björn, o melhor amigo de Eric e seu gosto pelos jogos e o mundo que já conhecemos dos outros livros.

Não precisa ler a série Peça-Me para ler esse, mas sei lá, se você quiser saber o que se passa na série, clique:

Sinceramente? Não foi um livro que me conquistou, o drama formado pelo casal – Björn e Mel (uma militar que pilota aviões) foi bem chato e até um tanto quanto previsível. Sexo demais de forma jogada. Na verdade a mulher foi quase comparada a um homem nesse livro. Ok, que ela quisesse afogar suas mágoas e frustrações fazendo sexos com estranhos e entrando no mundo de jogos, mas do jeito que foi contado, ela estava mais para ‘menino’ do que menina. A autora colocou isso tão normal na vida dela que quando essas cenas apareciam (muitas vezes) apenas páginas e páginas de sexo sem fim.

A história teve começo-meio-fim, e por mais que seja uma visão resumida da série anterior não teve os momentos engraçados ou intensos que presenciamos com Eric e Judith, aliás a história dos dois até continua aqui, por isso o livro se passa após o término da série anterior. Inclusive a personagem não é saída do além não, ela aparece na cena que Judith está no shopping. Mas a gente só faz a ligação porque as duas conversam como se conheceram.

A narrativa foi a mesma do anterior, mas por não ter curtido o enredo em alguns momentos acabei achando a narrativa um pouco chata, pode ser que tudo esteja ligado ou apenas porque imaginei algo diferente ou mais empolgante do que a série anterior e isso não aconteceu, acabei me decepcionando um pouco.

Confesso que o personagem era um mistério e alguém interessante a ser conhecer e acho que merecia sim o seu próprio livro, mas o que acabou sendo mostrado não fez jus as ideias divertidas e loucas da autora, ela aqui caminhou por um lado chato e não evoluiu, talvez isso tenha contribuído para essa ‘repetição’ da série ‘Peça-Me’ e acabar ficando sem sal.

>>>Nas redes sociais há mais venenos <<<