POISON BOOKS - Polícia Paranormal (Kiersten White)

Em 06 dezembro 2013
Autor: Kiersten White
Tradutor: Fabiana Colasanti
Editora: Galera Record
Publicação: 2013
Páginas: 381
Capítulos: --
Série: Sim, livro 1 (série Paranormalcy)
Temas: Jovem-Adulto, Sobrentaural, Outros
SINOPSE Evie trabalha para a Agência Internacional de Contenção Paranormal: sua melhor amiga é uma sereia, seu ex-namorado é uma fada, ela está se apaixonando por um transmorfo e é a única que pode ver através do glamour paranormal. Masa chegada de Lend, um metamorfo misterioso, e muito, muito gato, à AICP vai despertar várias dúvidas que Evie não sabia que carregava dentro de si. Seria ela mesma uma paranormal? Seria a AICP tão nobre quanto parece?


>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“– Espere.”

RESENHA<<<
Começarei falando dessa capa, não que eu não tenha curtido, mas ela me faz pensar logo em ‘chick-lit’ e talvez eu deixasse de lado se já não conhecesse a história e o mesmo vale para quem ama chick-lit e acaba com um jovem-adulto sobrenatural na mão. Não digo que essa capa é ruim, achei melhor que a original, mas pode deixar essa duvida.

O livro tem um ponto que eu curto bastante – a mistureba sobrenatural – adoro quando vários tipos de seres entram na jogada, desde que a história seja bacana e interliguem todos eles, Evie é alguém ‘normal’ que tem amigos meios ‘anormais’, ela é a responsável por achar seres sobrenaturais e tudo isso está ‘pautado’ por uma agencia. O quão louco isso pode ser? Meio que uma mistura de MIB com adolescentes fazendo burrada e mais toda aquele drama básico ao que já estamos acostumados.

Eu curti o ritmo de leitura e as informações que vão sendo mostradas aos poucos, tem uns momentos engraçados e alguns suspenses. Claro que tem momentos que a gente quer bater nos personagens e os chama de burro, ou vê coisas repetidas, mas a leitura é leve e ágil. Não é um suspense, mas há cenas que nos deixam intrigados. Para quem gosta de algumas reviravoltas, essa é a pedida.

O livro fala da vida de Evie na agencia, mas também mostra os outros sobrenaturais que convivem com ela na agencia, as espécies e como a própria agencia funciona e o maior desejo da menina – ser normal – mesmo que isso seja surpestimado. Essa mistura de ação, suspense (de leve), os momentos engraçadinhos e claro o romance (não poderia faltar) é o que deixa a leitura divertida e a gente querendo ir até o fim logo para saber o que de fato vai acontecer e quem está falando o quê.

Os personagens são bem trabalhados, alguns a gente já saca de cara de que lado estão e o que podemos esperar deles, outros é preciso acompanhar mais um pouco antes de saber mais e uns poucos a gente termina o livro sem entender direito o que a autora quis colocando ele aí. Por serem personagens sobrenaturais diferentes, a autora precisa elaborar uma vida/situação para cada um, esse ponto foi um pouco repetitivo, contar como Evie conheceu e qual é a função dele na agencia.

O final não foi bem como esperei, veio um bom gancho para o próximo livro, mas tenho medo de que esse gancho possa deixar a história muito generalizada e não seguir um foco. Sabe quando a gente tem muitos caminhos a seguir? Meio que isso que acontece, mas ser for bem desenvolvido, teremos muitas surpresas.

Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais<<<