POISON BOOKS - Peça-me o Que Quiser , Agora e Sempre (Megan Maxwell)

Em 18 dezembro 2013
Autor: Megan Maxwell
Tradutor: Alexandre Boide
Editora: Suma de Letras
Publicação: 2013
Páginas: 332
Capítulos: 43
Série: Sim, livro 2 (série Peça-Me o Que Quiser)
Temas: Adulto, Hot, Relacionamento
SINOPSE Decidida a se afastar para sempre de Eric Zimmerman, Judith pede demissão da empresa Müller. Para se recuperar, decide se refugiar por um tempo em Jerez, com seu pai. Desesperado com a partida de Judith , Eric vai atrás de seu amor. Ela resiste o quanto pode, mas a atração entre eles continua forte, e as fantasias sexuais mais vivas do que nunca. Em Peça-me o que quiser agora e sempre, Judith terá que tomar a decisão mais difícil de sua vida. O que ela realmente quer? Viver sua paixão é tudo o que importa?


>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Depois de sair do escritório, chego em casa como se tivesse levado uma surra.”

RESENHA<<<
Continuação de Peça-Me o Que Quiser, quer conhecer o veneno do livro anterior? Clique aqui.

Se no primeiro livro Jud e Eric brigavam mais do que cão e gato, na continuação eles continuam com as brigas e muito mais. Foi um livro bem intenso.

Geralmente nos livros dois desse tipo de série, os protagonistas passam o livro todo separado se lamuriando porque gostam do outro, mas não querem dar o braço a torcer e voltar ou reconhecer que errou. Já aqui não temos isso [aleluia]. Eles começam o livro brigados porque as coisas esquentaram no final do outro livro, mas antes do capítulo cinco, eles voltam a ficar juntos e passam a brigar por mil outro motivos.

A personagem Jud me surpreendeu, no livro anterior a gente conhece uma mulher com jeito de menina, com sangue espanhol, toda esquentada, que não leva desaforo para casa, faz coisas malucas e se mete no meio de jogos sexuais de cabeça e gosta. E nessa continuação ela está mais ousada em algumas coisas, mas continua burra em outras. Óbvio que o personagem precisa fazer alguma burrice, né?

Em termos sexuais, o livro continua ousado. A autora aumenta e amplia os jogos e alguns detalhes, como disse no anterior, até agora das séries que li, essa realmente a autora ousou ao tocar em assuntos poucos comuns ou que só são comentados por alto em outras séries. Aqui ela fala abertamente de posições e situações. Realmente é um livro não recomendado para menores de 18 anos.

As discussões de Eric e Jud não mudaram de nível, ainda são por coisas bobas e sem importâncias, acredito que as vezes a autora fez ‘tempestade em copo d’água’ e isso em alguns momentos era como ‘chover no molhado’, um mais do mesmo irritante. São duas personalidades diferentes, mas após quase 1 ano (1 ano e meio – considerando os dois livros), ainda brigam pelos mesmo motivo.

Mas o lado cômico foi a vingança da Jud contra as mulheres que ela acha que atrapalharam a sua situação com Eric, brigas em lojas chiques, esculhambar um noivado e também puxões de cabelos e afins. Sério, a personagem pode ser mala algumas vezes, mas ela reaja. Ela briga, grita, bate a porta e fala poucas e boas, coisa que a maioria das mocinhas não faz e as torna mimimizenta.

Acredito que o final não vá ser nada tõ diferente do que anda sendo mostrado nas páginas, mas pelo menos a leitura é dinâmica e ágil, além desses momentos divertidos que a autora intercalou esperar o final para saber se teremos o ‘felizes para sempre’ ou não.

“Seja egoísta, minha filha. Pense no que você quer e no que deseja.”

Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais<<<