POISON BOOKS - A Crônica de Fogo (John Stephens)

Em 12 dezembro 2013
Autor: John Stephens
Tradutor: Regiane Winarski
Editora: Suma de Letras
Publicação: 2013
Páginas: 308
Capítulos: 24
Série: Sim, livro 2 (série Os Livros do Princípio)
Temas: IInfanto-Juvenil, Magia
SINOPSE Kate, Michael e Emma só queriam salvar sua família, mas acabam envolvidos numa perigosa aventura para salvar o mundo. Segundo livro da trilogia Os Livros do Princípio, do roteirista, diretor e produtor hollywoodiano John Stephens, A Crônica do Fogo retoma o ritmo de O Atlas Esmeralda, com referências claras aos universos de J. R. R. Tolkien e J. K. Rowling.
Depois de um inverno tumultuado, Kate, Michael e Emma continuam a busca pelos pais desaparecidos. Porém, o mago Stanislaus Pym esconde os irmãos no Lar Edgar Allan Poe para Órfãos Incorrigíveis e Desamparados, como uma forma de protegê-los. No entanto, o esconderijo das crianças é logo descoberto por seus inimigos, e uma perseguição frenética envia Kate ao passado.
Publicada em mais de 35 países, a saga tem, nesta continuação, viagens no tempo e grandes reviravoltas. Repleto de suspense e cheio de humor e aventura, o segundo volume da trilogia levará Kate, Michael e Emma cada vez mais perto da magia que pode salvá-los ou destruí-los.


>>> OUTROS LINKS <<<

PRIMEIRA FRASE DO LIVRO<<<
“Kate terminou de escrever a carta, colocou em um envelope, andou até uma velha árvore e a enfiou em um buraco dela.”

RESENHA<<<
Continuação da série Os Livros do Princípio, para conhecer detalhes do livro anterior, clique:

Ahh finalmente um bom infanto-juvenil para nos fazer sonhar e embarcar em uma grande aventura. Estava sentindo falta desse tipo de livro, geralmente nessa faixa etária é 8 ou 80, ou fazem os personagens bobos demais ou querem transformar em mini adultos, mas Stephens acertou a mão nessa continuação e me deixou feliz em saber mais sobre sua história.

No primeiro livro a gente fica meio perdido com o que de fato é a ideia da história. Crianças órfãs, fugindo de sei lá o quê e que são ajudadas por magos e precisam salvar o mundo. Super clichê, tem bastante aventura, briga entre irmãos e muitos mimimis, algumas coisas foram difíceis de aturar no outro livro, mas aqui o autor acertou a mão e realmente mostra o que ele quer dizer com a sua história e quem são seus personagens.

As crianças estão mais fortes e mais espertas, claro que elas comentem erros, claro que há alguns deslizes, mas são coisas aceitáveis, elas estão em fuga e não sabem exatamente quem é do bem ou do mal, afinal todos estão interessados nos tais livros que eles precisam achar. O primeiro já está com eles e a busca do segundo vai trazer muitas surpresas e revelações.

Falando dos livros, isso foi uma grande melhora. Aqui realmente a gente entende o que eles são, o que significam e o motivo de metade do mundo brigar por eles, são poderosos, tem uma história incrível e aposto que a busca do último será espetacular. A história realmente começou a fazer sentido. Antes, confesso estava meio perdida.

A mistura de situações no passado e no presente foi um grande toque. Nada como viajar no tempo e descobrir coisas, essa parte da história foi interessante para entender o motivo dos pais os abandonarem, quem é o grande vilão e o que de verdade aconteceu com o mundo mágico. Ainda bem que o autor não utilizou essa coisa de flashback, não teria sido legal relembrar apenas detalhes. Ele mostra a história em um tempo paralelo. Foi um diferencial.

Fiquei feliz de esse livro ter sido melhor que o anterior, mais dinâmico, a história está mais interessante e não há tantos mimimis como antes, parece até que é outra história e não uma continuação. Isso foi positivo, porque nos deixa com uma boa expectativa para a finalização.

Quer saber dos venenos do blog? Acompanhe as redes sociais<<<